Entender o que é workshop abre diversas portas.

Isso vale tanto para a sua carreira, quanto para a vida acadêmica e, ainda mais, no mundo dos negócios, onde parcerias bem construídas são fundamentais para o sucesso.

Neste artigo, abordamos as principais características desse tipo de evento e listamos várias dicas para você aprender a organizar um workshop.

Curioso para saber mais?

Siga acompanhando o texto!

O que é um workshop?

o-que-e-workshop

Se você jogar a palavra workshop em um site de tradução, verá que, em português, ela significa oficina.

Embora seja uma transposição bem resumida, ela está correta.

Isso porque o workshop é um tipo de evento que combina conhecimentos teóricos e práticos.

O workshop, portanto, é um modelo de treinamento que tem um tema específico e pessoas interessadas em aprender sobre ele e desenvolver habilidades relacionadas.

Para que ele seja posto em prática, é preciso que haja um instrutor. 

Qual a finalidade do workshop?

o que e workshop qual finalidade

Conforme mencionamos, o workshop serve para que os participantes adquiram conhecimento sobre um assunto. 

Mas, embora tenha o mesmo objetivo, há diferentes intenções de aplicação.

Um workshop pode ser feito, por exemplo, a fim de que membros de uma equipe aprendam uma nova ferramenta de trabalho.

Ou, então, para que pessoas de uma mesma área fiquem por dentro de tendências e novidades do mercado.

De todo modo, o workshop é sempre um evento em que os presentes têm participação ativa.

Quais as vantagens e desvantagens dos workshops?

o que e workshop quais vantagens desvantagens dos

Podemos citar como a principal vantagem do workshop o aprendizado facilitado.

Isso porque os conhecimentos são transmitidos de uma forma prática e dinâmica.

Além disso, o workshop também possibilita o networking. 

Quem participa do evento pode interagir não só com o instrutor do workshop, mas também com os outros presentes.

O workshop também é uma ferramenta valiosa de motivação e engajamento, já que estimula um novo olhar sobre um assunto. 

Não há desvantagens em aplicar um workshop. 

O que pode ocorrer é o uso inadequado do modelo.

O workshop exige espaço físico para a realização e é preciso que envolva conhecimentos práticos, e não só teóricos.

Se isso não for seguido à risca, o evento pode não surtir o efeito desejado.

Por que devo participar de um workshop?

o que e workshop devo participar de um

Se você é do tipo que busca novos conhecimentos, precisa participar de workshops.

Certamente, você tem outros meios de ampliar horizontes. 

Artigos, livros e vídeos, por exemplo, são bons facilitadores do aprendizado.

Mas eles não promovem a interação que você precisa em alguns casos.

O workshop é ideal para que você consiga desenvolver ou aprimorar competências específicas.

Como funciona um workshop?

o que e workshop como funciona

A essa altura, você já sabe que o workshop é um evento que tem instrutor, participantes e precisa de um espaço para ser realizado.

A seguir, você confere mais algumas características sobre ele.

Qual o tempo de duração de um workshop?

O workshop não tem duração longa. 

Ele é mais extenso do que uma palestra, por exemplo, mas não tão profundo quanto um curso.

Geralmente, o workshop é realizado em um único dia, em até oito horas. 

Qual a diferença de workshop para curso?

Há quem confunda workshop com curso, mas, na verdade, os dois são tipos de capacitação diferentes.

A principal característica que os diferencia é a abordagem.

No curso, o aprendizado é mais teórico. Ele é voltado à formação das pessoas.

Assim, costuma ser mais longo e detalhado, e aborda os conceitos com mais afinco.

Já o workshop, por ser mais rápido, tem foco em um único assunto e o objetivo dele é capacitar as pessoas para exercer determinada atividade.

Como planejar um workshop de sucesso? Passo a passo

o que e workshop como planejar sucesso passo a

Se você chegou até este artigo para aprender como planejar um workshop, agora é o momento de descobrir como fazer. 

É só seguir o passo a passo que o seu evento será um sucesso!

Defina a temática

A primeira etapa para um workshop bem-sucedido é definir o tema dele.

Você não pode, simplesmente, decidir criar um workshop sem uma razão.

É preciso ter um objetivo a ser atingido. 

Além disso, as pessoas só se interessarão em participar se o assunto do workshop estiver bem claro.

Conheça o público-alvo

Conhecer o público do seu workshop é essencial para que o evento seja um sucesso.

É preciso entender as necessidades, desejos e comportamentos dos participantes, a fim de montar um conteúdo relacionado aos interesses.

Além disso, você pode ter o mesmo tema de workshop para grupos distintos, mas a abordagem, provavelmente, será diferente.

Por exemplo, um workshop de marketing

Para estudantes, você pode falar de uma forma mais abrangente. 

Já para profissionais da área, pode entrar em aspectos mais técnicos e tendências do setor.

Defina as características básicas do evento

Aqui se aplicam as regras básicas de todo evento.

Você precisa definir a data e o horário do workshop, além de escolher o local, os fornecedores necessários, o preço do ingresso (ou se a entrada é franca) e como será toda a logística.

Convide o palestrante

Todo workshop precisa de, ao menos, um instrutor.

Você mesmo pode ser essa figura do seu evento, desde que tenha os conhecimentos necessários para transmitir aos participantes.

Ou, então, pode contratar um palestrante para conduzir o workshop.

Para isso, é importante se certificar de que essa pessoa tem experiência no que irá compartilhar. 

A didática também é fundamental para que o evento seja um sucesso.

Providencie os equipamentos

Os equipamentos estão em um tópico à parte das características básicas do evento porque merecem um cuidado especial.

Você, certamente, já foi a algum evento em que o som falhou ou a imagem não funcionou  na hora da apresentação, não é mesmo?

Esse é um erro que, infelizmente, ocorre com muita frequência. 

É claro que imprevistos acontecem, mas você precisa reduzir todos os riscos. E isso é possível com planejamento.

Providencie com antecedência todos os equipamentos que serão necessários.

Converse com o palestrante e veja quais são as ferramentas que ele precisará.

Antes do evento, faça testes. 

Assim, se notar alguma falha, você tem tempo hábil para corrigi-la.

Divulgue o evento

É claro que você precisa divulgar o workshop para que os participantes se interessem.

Para isso, é importante montar uma boa estratégia de divulgação.

Se você seguiu os passos anteriores, já sabe quem é o seu público e entende as necessidades e comportamentos dele.

Ou seja, sabe onde ele está e o que quer. 

Assim, fica mais fácil se comunicar com os possíveis participantes e divulgar o seu evento para quem, de fato, gostaria de participar.

Invista no relacionamento após o evento

Não cometa o erro de encerrar o contato com os participantes logo após o fechamento do evento.

Você deve, na verdade, estender o relacionamento. 

Procure enviar uma pesquisa de satisfação. 

Assim, você garante um feedback do workshop e pode aperfeiçoar a organização dos próximos eventos.

Exemplos de eventos workshops

o que e workshop exemplos de eventos

Você já entendeu o que é como funciona um workshop, mas ainda tem dúvidas se é a ocasião certa para aplicá-lo?

Bem, vamos ajudar você com isso.

Workshop de negócios são muito comuns. 

Quando você tem um grupo de profissionais de uma mesma área ou de uma equipe, os eventos são usados para explorar temas como marketing, vendas e inovação.

Por outro lado, você pode promover um workshop se quiser ensinar uma técnica de artesanato, por exemplo.

Não importa qual é o tema, mas sim, se você tem um conhecimento prático para oferecer aos participantes.

Lembre-se disso e você não vai errar.

Quais são outros tipos de treinamentos?

o que e workshop quais sao outros tipos de treinamentos

Agora, se o Workshop não se encaixa na sua situação, você pode explorar outros tipos de treinamento.

Conheça alguns a seguir!

  • Palestras: são eventos de curta duração em que o palestrante discorre sobre um assunto. Não há tanta interação com os participantes. Normalmente, apenas espaço para perguntas.
  • Mentoria: a mentoria é uma espécie de acompanhamento que um profissional mais experiente oferece para quem está no início da carreira ou de uma função. 
  • Gamificação: a ideia da gamificação é criar jogos digitais para facilitar o aprendizado. É um jeito divertido de adquirir conhecimento.
  • Cursos: os cursos são modelos mais tradicionais e excelentes ferramentas de ensino. Podem ser graduações, cursos livres ou especializações, por exemplo. Além disso, há possibilidade de realização presencial ou a distância.

Conclusão

Conforme acompanhamos neste artigo, o workshop é indicado para ampliar o conhecimento acerca de um assunto e desenvolver habilidades específicas.

Para quem precisa de uma formação mais completa, o ideal, portanto, é investir em cursos.

Na PUC Goiás, você encontra várias graduações para cursar a distância

Além disso, quem é aluno da PUC Goiás, tem a garantia de estudar em uma instituição reconhecida pelo MEC e pelo mercado de trabalho.

Ou seja, você sai direto da universidade pronto para trilhar uma trajetória de sucesso.

São mais de 60 anos de tradição formando profissionais preparados para os desafios da carreira.

Acesse o site e conheça todos os cursos disponíveis!

Gostou do artigo sobre o que é workshop? Esclareceu todas as suas dúvidas?

Então, aproveite o espaço abaixo para deixar o seu comentário e compartilhe o conteúdo em suas redes sociais!

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

New call-to-action

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT