Você sabe como funciona o Serviço Social e quais são as exigências para atuar nessa área?

Muita gente conhece a profissão apenas de filmes e novelas, nas cenas em que um assistente social é chamado para apoiar procedimentos em hospitais ou fazer visitas domiciliares a pais com filhos adotivos.

Embora essas sejam atribuições reais, o profissional de Serviço Social pode exercer muitas outras funções.

Para você ficar por dentro de como é o trabalho e a formação necessária, preparamos este artigo completo.

A leitura é válida tanto para quem quer conhecer um pouco melhor a profissão ou para quem pensa em seguir carreira no setor.

Se esse é o seu caso, fica o convite para avançar no texto e tirar todas as suas dúvidas.

Acompanhe!

O que faz um profissional de Serviço Social?

servico social o que faz um profissional

O profissional de Serviço Social tem um papel muito importante na sociedade.

Ele é responsável por amparar os indivíduos menos favorecidos, promovendo bem-estar físico, psicológico e social.

Ou seja, ajuda a população mais vulnerável a ter acesso à saúde, educação, moradia, emprego e outros direitos básicos.

O assistente social não só participa dos programas já existentes, mas ele também planeja novos projetos com essa finalidade.

Para quem procura uma profissão com o intuito de contribuir com quem mais precisa, a área é uma excelente opção.

Aliás, você sabia que a busca por propósito é a principal razão que levam profissionais a trocarem de emprego?

Uma pesquisa feita com 4.492 usuários da plataforma Glassdoor revelou que 29% dos participantes desejam encontrar um trabalho mais ligado ao seu objetivo de vida.

Ou seja, aquela ambição de ganhar dinheiro a todo custo já não pertence mais às metas profissionais dos brasileiros.

Como surgiu o Serviço Social?

servico social como surgiu

Vamos voltar um pouquinho no tempo.

A história do serviço social no Brasil começou na década de 1930, época em que ocorria o processo de industrialização e urbanização no País.

Com toda a transformação daquele período, a população, sobretudo a classe trabalhadora, reivindicava melhores condições de trabalho e justiça social.

Daí, então, surgiram grupos que representavam os interesses das minorias diante do governo.

A Igreja Católica, por sua vez, começou a formar mulheres para a prática de ações sociais. E, assim, em 1936, foi criada a primeira Escola de Serviço Social.

Nas duas décadas seguintes, o serviço social foi marcado pela influência norte-americana, o que agregou mais profissionalização à área. 

A renovação da carreira veio logo depois, entre os anos 60 e 70. 

No final da década, mais precisamente em 1979, durante o Congresso da Virada, a profissão deixou de ser uma prática religiosa e foi incorporada às Ciências Sociais.

Em 1990, o Serviço Social começou a crescer ainda mais e, em 1993, a Lei n.º 8.662 regulamentou a profissão no Brasil. 

De lá pra cá, a área só tem evoluído e conquistado cada vez mais espaço no mercado de trabalho.

Como é o curso de Serviço Social?

servico social como e curso

O curso de Serviço Social tem o propósito de formar profissionais preparados para avaliar e compreender a dinâmica social e as circunstâncias individuais e comunitárias.

Ele é ofertado no formato de bacharelado. Ou seja, para se formar, o aluno estuda, em média, durante quatro anos. 

Também é preciso ser aprovado no Trabalho de Conclusão de Curso e cumprir a carga horária estabelecida de estágio supervisionado.

Qual a grade curricular de Serviço Social?

Nos quatro anos de curso, os estudantes desenvolvem competências diversas com o aprendizado de várias disciplinas.

Cada faculdade, naturalmente, tem seu próprio conteúdo programático. 

Mas, no geral, todas elas incluem na grade curricular abordagens similares.

É possível, portanto, dizer que a maioria dos cursos permeiam pelas seguintes disciplinas:

  • Antropologia Cultural
  • Classes Sociais
  • Desenvolvimento Econômico
  • Direitos Humanos
  • Ética Profissional
  • Estado, Sociedade e Movimentos Sociais
  • Filosofia
  • Fundamentos históricos
  • Gestão Social
  • Legislação Social
  • Pesquisa em Serviço Social
  • Planejamento em Serviço Social
  • Políticas Sociais
  • Psicologia
  • Sustentabilidade
  • Sociologia
  • Terceiro Setor.

Onde estudar Serviço Social?

Se você está pensando em seguir carreira na área de Serviço Social, é fundamental pesquisar com cuidado os lugares para fazer o curso.

Afinal, para que a sua carreira seja bem-sucedida, o primeiro passo é ingressar em uma universidade reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Você pode, portanto, acessar o site do órgão e consultar os locais que oferecem o bacharelado em Serviço Social.

No portal, também é possível conferir as notas atribuídas ao curso. 

Como se tornar um assistente social?

servico social como se tornar um assistente

O primeiro passo, certamente, é ingressar em uma faculdade.

Ao concluir o curso, o estudante recebe o diploma

O documento comprova que houve qualificação, mas não garante o exercício da profissão. 

A prática da atividade só é autorizada depois de efetuado o cadastro no Conselho Regional de Serviço Social (CRESS).

O órgão é quem regula a profissão de assistente social no país. 

Cada estado possui uma unidade do CRESS e as orientações para fazer o registro podem mudar de acordo com a região.

No geral, é necessário que o futuro assistente social preencha e assine alguns requerimentos.

Depois, deve apresentar documentos de identificação e o Diploma de Bacharel em Serviço Social. 

É preciso também pagar a taxa de inscrição e a anuidade. 

Como é o trabalho do assistente social?

servico social como e trabalho do assistente

O assistente social analisa as condições de vida da população e fornece orientações para que ela recorra a seus direitos.

Dessa forma, a pesquisa é uma parte importante do trabalho. 

O profissional também elabora laudos e pareceres.

O atendimento, por sua vez, pode ser individual ou coletivo.

Mas, independentemente do tipo, o profissional deve sempre prezar pelo grupo social do qual os indivíduos pertencem.

Onde o profissional pode trabalhar?

Embora o setor público seja o que mais contrata, os assistentes sociais também podem trabalhar na iniciativa privada.

Há oportunidade de trabalho em ONGS, associações, universidades, escolas e hospitais, entre outros. 

Quanto ganha um Assistente Social?

Como em toda carreira, o salário acompanha a experiência profissional e a qualificação acadêmica.

Mas, para ter uma base da remuneração que é paga aos assistentes sociais, trouxemos o registro das médias salariais que constam em alguns sites de vagas e emprego.

No portal da empresa Catho, a remuneração mensal gira em torno de R$ 2.400,00. 

Já o site da Glassdoor mostra um valor um pouco maior. Segundo a empresa, o salário nacional de um assistente social é de aproximadamente R$ 3.000,00.

Por sua vez, o portal Trabalha Brasil, apresenta números mais detalhados. É possível consultar a média salarial por nível e porte da empresa.

Quem inicia a carreira como trainee em um negócio pequeno, por exemplo, recebe cerca de R$ 1.600,00.

À medida que a experiência avança, o salário acompanha. 

Um profissional de nível pleno em uma organização de porte médio chega a ganhar quase R$ 4.000,00.

Agora, os sêniores, que trabalham em multinacionais, têm uma remuneração de aproximadamente R$ 7.000,00.

Ou seja, quanto mais você se qualifica, maior é a recompensa financeira, que aparece no seu salário.

Quais são as exigências do mercado de trabalho?

servico social quais sao exigencias mercado de trabalho

Como já destacamos ao longo do artigo, os assistentes sociais viabilizam o acesso da população às políticas sociais.

Sendo assim, precisam conhecer bem as leis, deveres e direitos. 

Também é fundamental que os profissionais estejam por dentro das condições em que vive a população.

Só assim poderá fornecer as instruções necessárias.

Para cumprir as exigências do cargo, algumas características são essenciais.

Quais são as principais competências pessoais do profissional de Serviço Social?

Talvez, o atributo mais importante do assistente social seja a capacidade crítica e reflexiva.

Isso quer dizer que ele deve ser capaz de entender os problemas e dificuldades das pessoas que são amparadas. 

Como o profissional lida diariamente com os indivíduos, a comunicação eficiente e o bom relacionamento interpessoal são indispensáveis.

Afinal, ele precisa ser claro quanto às diretrizes que serão transmitidas, sejam elas de maneira falada ou escrita.

O domínio da língua portuguesa, portanto, também é uma exigência.

Conclusão

O serviço social é, de fato, muito importante para a sociedade. 

Ele garante que todos sejam atendidos pelas políticas públicas.

Quem trabalha nessa área, lida com públicos vulneráveis e carentes.

Por isso, ter sensibilidade com as pessoas é vital para que o trabalho seja bem feito.

Até por essa razão é que o setor exige qualificação, com estágio supervisionado, e cadastro em órgão regulamentador.

Portanto, se o seu sonho é se tornar um assistente social, você deve investir em educação.

Aliás, seja qual for a carreira que você queira seguir, é sempre importante recorrer aos estudos.

A PUC Goiás é referência de ensino superior na região Centro-Oeste e conta com diversos cursos EAD no portfólio, que podem ser feitos de qualquer lugar e horário.

Acesse o site e confira as formações disponíveis.

Aproveite também para continuar navegando no blog e ver outros artigos como esse.

Nele, você encontra textos sobre outras áreas e profissões, orientações para escolher a sua faculdade e dicas para aprimorar os seus estudos e garantir mais produtividade.

E, se você gostou deste conteúdo sobre Serviço Social, não deixe de escrever a sua opinião nos comentários. 

Fique à vontade também para compartilhar o artigo em suas redes sociais ou para sugerir outros temas que podem ser abordados por aqui.

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

New call-to-action

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT