Se a dúvida “Qual curso devo fazer?” tem rondado a sua mente e a incerteza tem tirado o seu sono, é hora de se respirar fundo e buscar uma solução.

Além disso, você precisa saber que não está sozinho. 

Essa decisão é mesmo difícil e atormenta muita gente.

Mais da metade dos estudantes do 3º ano ainda não é capaz de optar por uma faculdade, sabia?

O levantamento foi feito pelo Portal Educacional. 

Mas o segredo para lidar com essa escolha é buscar informação, e o primeiro passo você já deu, que foi chegar até este artigo.

Nas próximas linhas, você vai descobrir o que fazer para optar por um curso e se sentir confiante e seguro com a sua decisão.

Siga acompanhando até o final para conferir todas as dicas. Boa leitura!

O que fazer quando não se sabe que curso fazer?

qual curso devo fazer o que fazer quando nao se sabe

Chorar, gritar e se descabelar, certamente, não estão na lista do que fazer.

É preciso manter a calma e lidar com o processo da forma mais natural possível.

Lembre-se de que até os executivos mais bem-sucedidos passaram por essa situação.

E, então, é só colocar algumas dicas em prática, das quais falaremos ao longo deste artigo, e chegar até a sua decisão.

Como saber qual o curso ideal para mim?

qual curso devo fazer como saber ideal pra mim

Para saber qual é o curso ideal para você, vale investir em autoconhecimento e recorrer a algumas ferramentas.

Veja só:

Entenda seu perfil e interesses

O primeiro passo para acertar na escolha da carreira é, sem dúvida, refletir sobre as suas características e desejos.

Afinal, embora as habilidades possam ser desenvolvidas com muito treino, todos nós já nascemos com certos atributos naturais.

Alguns são mais comunicativos. Já outros possuem forte capacidade analítica. Há quem tenha o dom musical ou facilidade com esportes, por exemplo.

Considerar essa propensão, portanto, é fundamental para uma escolha mais assertiva.

No entanto, além das particularidades, é preciso ponderar também os interesses. 

Se você não tem tanta facilidade com números, mas tem o sonho de trilhar em alguma profissão que envolve matemática, não pode ignorar esse fato.

Ainda que não exista um talento nato, é perfeitamente possível aprender e dominar uma área de conhecimento.

É claro que, para isso, deve haver muita disciplina e empenho.

Faça um teste vocacional

Dedicar um tempo para pensar no que você gosta e quer fazer é imprescindível. 

Mas nem sempre é fácil chegar a uma conclusão.

Por isso, algumas ferramentas, como o teste vocacional, podem ajudar.

Ele consiste, basicamente, em um questionário que avalia o seu perfil. 

É preciso apenas responder às perguntas e checar o resultado, que indica as profissões que mais combinam com você.

Isso não significa que você deva seguir exatamente a resposta do teste. Mas, certamente, será um excelente subsídio para você se guiar.

Como escolher qual curso devo fazer?

qual curso devo fazer como escolher

Além de descobrir quais são os cursos mais compatíveis com o seu perfil, é preciso percorrer mais algumas etapas. Confira quais são:

Conheça o máximo de profissões que puder

É comum termos mais conhecimento sobre as carreiras tradicionais e amplamente difundidas, como médicos, administradores, advogados e etc.

Mas elas não são as únicas profissões. Na verdade, existem inúmeras outras.

Além disso, uma mesma área de formação permite atuações bem distintas.

Quem se forma em Jornalismo, por exemplo, pode escolher trabalhar em veículos de comunicação, no departamento de marketing institucional de empresas, como assessor de imprensa ou como redator de artigos de blog, por exemplo.

Viu só como as oportunidades de trabalho são diferentes?

Portanto, investigue com afinco todas as áreas e suas possibilidades.

Faço o que gosto ou gosto do que eu faço?

Este é um grande dilema de quem está planejando ingressar no ensino superior.

Você já deve ter ouvido as pessoas dizerem que não seguiram a profissão dos sonhos porque não dava dinheiro, não é mesmo?

Bem, saiba que este pensamento é equivocado.

É claro que é preciso avaliar com cuidado o cenário e a perspectiva de futuro da profissão, mas isso não deve ser o fator central da sua decisão.

Quem trabalha por obrigação e não gosta do que faz pode não se dedicar tanto quanto quem ama a carreira.

E isso, certamente, faz diferença no sucesso profissional.

Saiba quais são os seus verdadeiros interesses

Já falamos um pouco sobre a importância de identificar seus interesses.

Mas, vale reforçar o assunto.

Depois de pesquisar sobre todas as profissões e oportunidades de atuação, faça mais uma reflexão.

Isso porque, ao longo do processo, você pode descobrir novas predileções.

Pensar no seu propósito e na sua realização é uma constante.

Passo a passo para escolher qual o curso você deve fazer

qual curso devo fazer passo a para escolher voce deve

Para ajudá-lo a escolher o curso certo, preparamos um passo a passo. 

Assim, você pode seguir todas as fases e não se sente desamparado nessa difícil decisão. Acompanhe:

Desenvolva autoconhecimento

Pensar, refletir, identificar…

Para que essas ações aconteçam, é preciso exercer o autoconhecimento.

Ou seja, o conhecimento de si mesmo. E essa não é tarefa simples. É preciso desenvolvê-la.

Ficar em silêncio, questionar os próprios hábitos e registrar os sentimentos em um papel são algumas formas de começar esse processo.

Inicie por aí.

Faça um teste de personalidade

Além do teste vocacional, que indica a sua vocação para as profissões, também existem testes de personalidade.

Com base em seu padrão comportamental, ele ajuda a traçar o seu perfil.

Assim, você pode se conhecer melhor.

Informe-se sobre as diferentes áreas do conhecimento

Estamos mais habituados a classificar os cursos em duas grandes áreas: Exatas e Humanas.

No entanto, elas não são as únicas. 

Ciências Biológicas e Ciências Sociais, por exemplo, também fazem parte.

Por isso, vale pesquisar sobre cada uma delas e conhecer os cursos que as integram.

Pesquise as profissões do seu interesse

Depois das etapas de autoconsciência, você, provavelmente, terá uma lista de profissões que mais agradaram.

Com isso, inicie uma busca detalhada sobre elas.

Além de descobrir quais são as competências exigidas, também procure saber sobre as funções exercidas.

Fique por dentro do mercado de trabalho

Esta também é uma parte importante da sua decisão de curso.

É preciso entender a dinâmica do mercado de trabalho

E, para isso, além de pesquisar sobre o panorama econômico, por exemplo, vale conversar com profissionais da área.

Afinal, como eles já estão inseridos no meio, a visão deles é bem real do que acontece.

Conheça as modalidades de ensino

Decidiu a profissão e o curso?

Bem, é hora de avaliar as modalidades de ensino.

O EAD, por exemplo, é um modelo que tem crescido muito e se tornado preferência entre os estudantes.

Isso porque ele permite mais flexibilidade nos estudos, uma vez que é possível assistir às aulas de qualquer lugar do mundo, apenas com um dispositivo conectado à internet.

Além disso, as mensalidades são mais acessíveis.

Pese todos os prós antes de fazer a sua escolha, ok?

Analise o curso do seu interesse

Cada instituição de ensino segue uma grade curricular diferente, ainda que a base deva ser a mesma.

Mas algumas são mais práticas e têm foco no desenvolvimento de habilidades.

Outras têm perfil mais teórico.

Por isso, consulte todas as informações antes de se matricular.

Pesquise a instituição no MEC

Jamais se esqueça deste passo.

Você deve se certificar de que a instituição de ensino escolhida é credenciada e reconhecida pelo MEC.

Sem isso, o seu diploma não é válido e você encontrará muitas portas fechadas pelo caminho.

Confira as avaliações de alunos e ex-alunos

Aqui, o caso é bem parecido com o bate-papo com profissionais da área.

Também vale conversar com alunos e ex-alunos do curso.

Eles poderão esclarecer sobre a dinâmica da instituição e do curso e isso ajudará você a ficar mais confiante da sua decisão.

Conclusão

E, então, depois de ler este artigo, ficou mais fácil dar o pontapé inicial na decisão de qual curso fazer?

Lembre-se de que essa indecisão é normal e você não deve sofrer com ela.

Manter a tranquilidade nesse momento é trivial para você fazer boa escolhas.

Se estiver muito preocupado com o assunto, procure conversar com seus familiares e amigos.

Isso ajudará a aliviar a tensão.

Não se esqueça também de seguir todo o passo que mostramos aqui. Percorrer todas as etapas é fundamental.

Para continuar a sua pesquisa sobre os cursos, você pode continuar navegando no site da PUC Goiás e consultar todas as formações disponíveis.

Na página de cada curso, você consegue ver informações sobre o mercado de trabalho, a grade curricular e o investimento necessário. 

Os cursos são ofertados na modalidade de ensino a distância.

Se surgir alguma dúvida no caminho, você pode entrar em contato pelos canais de atendimento.

O importante é você estar convicto da sua escolha.

E se a sua decisão for a PUC Goiás, saiba que você estudará em uma instituição de ensino qualificada.

São mais 60 anos de tradição, formando profissionais preparados para enfrentar os desafios do mercado de trabalho.

Gostou do artigo sobre “Qual curso devo fazer”?. Então, aproveite o espaço abaixo para escrever o seu comentário e compartilhe também o conteúdo em suas redes sociais!

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

New call-to-action

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT