O pensamento analítico, ou seja, a capacidade de analisar informações e dados de forma lógica, é uma das habilidades do futuro.

Mas você sabe como desenvolver? 

Segundo uma pesquisa do Instituto McKinsey, ter o pensamento analítico é uma das habilidades esperadas do profissional do futuro. 

Isso significa desenvolver a competência de olhar para informações e dados e analisá-los de forma racional, utilizando estatística e contextos completos, antes de tomar uma decisão. 

E apesar de o pensamento analítico parecer algo que apenas pessoas de exatas têm, a habilidade de análise de dados pode ser desenvolvida por qualquer pessoa. 

Neste artigo, vamos falar sobre o que é o pensamento analítico, como ele aparece enquanto habilidade do futuro do trabalho, quais são suas etapas e como você pode fazer para desenvolvê-lo e se destacar no mercado de trabalho. 

Você vai conferir: 

O que é o pensamento analítico? 
Conceitos-chave do pensar de maneira analítica 
Pensamento analítico entre as habilidades do futuro 
Pensamento analítico X pensamento crítico 
As etapas do pensamento analítico
 
A importância do pensamento analítico para a sua carreira 
Como desenvolver o pensamento analítico com 9 dicas 
Conclusão 

ead pucgo

O que é o pensamento analítico? 

O pensamento analítico é uma maneira cautelosa e dedutiva de pensar, onde a análise de dados e a lógica atuam juntas para a tomada de decisão. 

Esse tipo de pensamento usa indução e experimento, além de técnicas de pesquisa e análise estatística para dar sentido ao mundo. 

Basicamente, o que isso significa é que alguém que tem um pensamento analítico não vai tomar decisões por impulso ou pela emoção, mas pela lógica e analisando todas as informações. 

Outra característica do pensamento analítico é que ele compartimentaliza ideias e problemas a fim de entender o todo através de pequenos pedaços. 

Ou seja, para resolver um problema, o pensamento analítico não busca a solução do todo, mas uma solução para cada pequeno pedaço daquele problema. 

O que é um perfil analítico? 

Ter um perfil analítico significa ter a habilidade de produzir e relacionar informações diferentes de forma lógica. Ou seja, analisar os contextos completos para tomar as decisões certas. 

Um perfil analítico se refere à capacidade de avaliar e trabalhar com dados e informações. 

E apesar de muitas pessoas associarem o pensamento analítico à matemática e fórmulas, essa forma de pensar está muito mais próxima da análise de dados e informações. 

Isso significa que mesmo quem tem formação em humanas pode ter perfil analítico. 

Quais são as características de uma pessoa com perfil analítico? 

É comum que pessoas que tenham perfis analíticos gostem de seguir regras, serem mais reservadas e pensarem muito antes de agir, seja no ambiente de trabalho ou na vida pessoal. 

Dentro do mercado de trabalho, ter um pensamento analítico é bastante vantajoso, especialmente quando falamos em áreas que precisam de um senso de análise maior. 

Profissionais de perfil analítico são precisos e se dão bem em tarefas objetivas. Também costumam ser competitivos, curiosos e se comunicarem de forma constante.

pensamento analítico - colegas de trabalho trabalhando juntos

Conceitos-chave do pensar de maneira analítica  

Para nos ajudar a entender ainda melhor como funciona o pensamento analítico, existem alguns conceitos-chave que podemos explorar. Confira: 

  • Planejamento: significa imaginar um objetivo e traçar um plano para chegar lá. Perfis analíticos são ótimos planejadores, pois conseguem perceber todas as nuances. 
  • Resolução de problemas: pessoas analíticas resolvem problemas utilizando a técnica de compartimentalização, analisando cada pedaço antes de chegar na solução do todo. 
  • Organização e integração: é a capacidade de organizar e estruturar informações para que elas façam sentido juntas. 
  • Análise de informação: perfis analíticos são mestres na análise de informação, que nada mais é do que entender a origem da informação, o que a caracteriza, relação com outras informações e conceitos e usabilidade. 
  • Questionamento: é o ato de sempre formular perguntas sobre uma situação para conseguir as respostas mais lógicas possível. 
  • Causa raiz: é chegar à origem do problema e resolvê-lo na raiz antes que ele interfira com outras situações. 
  • Previsão: pessoas de perfil analítico conseguem avaliar as chances de risco de uma situação e entender quais podem ser as consequências. 
  • Gerenciamento: é o ato de direcionar e controlar uma atividade e tornar o esforço individual e do grupo mais produtivo. 
  • Tomada de decisão: munida da análise de dados, uma pessoa analítica consegue tomar a decisão que parece mais acertada. 
  • Transferir conhecimento: algo importante para o perfil analítico é passar conhecimentos adiante. 

Pensamento analítico entre as habilidades do futuro 

Entrevistando 18 mil profissionais em 15 países diferentes, o Instituto McKinsey chegou em algumas conclusões sobre o futuro do trabalho e as habilidades que o profissional do futuro deverá ter. 

Entre as soft skills citadas, se destaca o pensamento analítico. 

De acordo com a pesquisa, o papel do profissional no futuro será agregar valor para além do que automações podem fazer. 

Ou seja, esse profissional será capaz de navegar bem pelo digital, mas também terá uma série de soft skills que ajudarão a ser adaptável. 

Além do pensamento analítico, a pesquisa identificou outras 56 competências que compõe o profissional do futuro. 

Elas podem ser divididas em quatro grandes grupos (cognitivas, interpessoais, digitais e de autogestão), mas nós vamos apresentá-las em seis categorias. Confira: 

  • Pensamento crítico e analítico: como o profissional lida com problemas e informações no dia a dia, como encara situações desafiadoras e toma decisões baseadas em dados. 
  • Comunicação e colaboração: saber colaborar com os colegas, escutar ativamente, comunicar decisões com clareza e falar bem em público. 
  • Adaptabilidade: não ser resistente a mudanças e entender todos os aspectos do local onde se encontra, também buscar novas maneiras de fazer algo. 
  • Inteligência emocional: entender seus colegas e gestores antes de tirar uma conclusão, ter empatia e saber resolver conflitos. 
  • Autogestão: ter responsabilidade com entregas e fazer gestão de tempo, mas também tomar as rédeas de sua própria carreira. 
  • Fluência digital: utilizar bem as ferramentas digitais, mas também ter aprendizado constante, curiosidade e buscar por soluções inovadoras. 

Pensamento analítico X pensamento crítico 

É importante aproveitarmos esse espaço para dizer que ter pensamento analítico não é a mesma coisa que ter pensamento crítico. 

De forma geral, o pensamento analítico está dentro da forma crítica de pensar, mas existem diferenças entre eles. 

Como dissemos, pensar de forma analítica pressupõe analisar dados para encontrar uma solução para um problema. Esse pensamento costuma terminar quando se chega a uma conclusão. 

E o que acontece depois disso é o pensamento crítico. Este outro tipo de pensamento pode ser caracterizado pela capacidade de aplicar interpretações às conclusões. 

Ou seja, a partir da conclusão que o pensamento analítico trouxe, você compara com teorias que conhece, pensamentos de autores e experiências para chegar no seu julgamento sobre a situação.  

As etapas do pensamento analítico 

Como dissemos acima, o pensamento analítico compartimentaliza uma situação a fim de buscar uma solução para cada uma das partes antes de solucionar o todo. 

E para que essa análise aconteça, existem algumas etapas que o pensamento analítico segue. Confira a descrição abaixo: 

  1. Identificar possíveis problemas e desafios; 
  2. Criar perguntas que ajudem a entender melhor o problema identificado; 
  3. Colher a maior quantidade possível de informações e dados sobre o problema, 
  4. Prestar atenção às informações que faltam sobre o problema; 
  5. Verificar todas as suposições sobre a solução; 
  6. Analisar o que levou às suposições sobre a solução porque o problema pode estar nelas; 
  7. Compreender o ponto de vista dos envolvidos no problema porque isso também influencia no problema; 
  8. Pensar nas implicações desse problema, nas consequências da solução e o que a decisão vai acarretar.

pensamento analítico - a importância para sua carreira

A importância do pensamento analítico para a sua carreira 

Na vida profissional, ter pensamento analítico é essencial.

Não só porque é uma das habilidades do futuro, mas porque facilita o seu trabalho. 

Pensar de maneira analítica diminui as chances de erros, ajuda a trazer à tona dados relevantes, deixa as tomadas de decisão mais fáceis e economiza tempo, já que você não vai precisar voltar nas suas tarefas para corrigir erros. 

Assim, o seu desempenho e o da sua equipe melhoram, gerando resultados mais positivos para a empresa. 

Como o pensamento analítico ajuda sua vida pessoal 

Ter perfil analítico ajuda também a sua vida pessoal. 

Isso porque você consegue tomar decisões mais acertadas e gerencia melhor seus projetos pessoais. Você também se torna uma pessoa mais confiante e confiável. 

Como desenvolver o pensamento analítico com 9 dicas 

Agora que você já entendeu o que é o pensamento analítico e qual é a importância dele para a sua carreira no futuro, vamos falar sobre como você pode começar a desenvolvê-lo. 

Como dissemos, essa é uma habilidade que depende apenas da análise de dados, portanto, pode ser treinada.

Abaixo, listamos 9 dicas de como desenvolver o pensamento analítico: 

1 Seja mais observador

Observe as pessoas no ambiente de trabalho em busca de padrões, mas não restrinja esse comportamento para o escritório. Observe também as pessoas na rua e dentro da sua família. 

Para além de observar as pessoas, observe também como as coisas funcionam.

Perceba como as tarefas são feitas e como elas refletem no todo. 

2 Leia mais livros

Ler é uma ótima maneira de desenvolver o pensamento analítico, mas não apenas ler.

O ideal é que você tenha uma leitura ativa, ou seja, faça perguntas para si próprio antes e depois da leitura.

A dica aqui é não apenas aproveitar o conteúdo de um livro, mas aprender a pensar sobre ele e captar as mensagens que ele passa. 

3 Pratique jogos de lógica 

Uma boa ideia para treinar sua capacidade de análise é jogar xadrez, sudoku, palavras cruzadas e quebra-cabeças.

Esse tipo de jogo propõe um problema, entrega algumas ferramentas e espera que você consiga utilizá-las para encontrar a solução. 

4 Tente aprender uma coisa nova por dia 

Parte importante desse tipo de pensar é saber relacionar informações, então uma boa maneira de desenvolver um pensamento de análise é aprender coisas novas. 

Pode ser dentro da sua área de trabalho ou por diversão, mas torne hábito o ato de aprender. 

5 Exercite olhar por outros pontos de vista 

Treinar sua capacidade de olhar o mundo pelo ponto de vista de outra pessoa traz não só empatia e tolerância, como a habilidade de entender os porquês do outro. 

Tentar enxergar os motivos de uma pessoa para ter determinada opinião ou visão de mundo ajuda a treinar sua capacidade de análise. 

6 Faça perguntas 

Outro ponto essencial do pensamento analítico é fazer perguntas.

Isso porque, quando você faz perguntas, está explorando uma situação a fim de chegar em uma conclusão. 

Então, treine sempre se perguntar o porquê de algo.

7 Busque saber como as coisas funcionam 

Saber como as coisas funcionam ajuda você a entender processos. 

Seja dentro da sua área de trabalho, seja na sua vida pessoal, pergunte-se como algo funciona e por que funciona de tal maneira. 

8 Analise suas próprias decisões 

Além de observar as outras pessoas e se perguntar como tarefas são feitas e por que, tente também observar a si próprio. 

A jornada de desenvolver uma habilidade sempre vai passar pelo autoconhecimento, então nunca deixe de analisar suas próprias decisões e o que leva você a agir como age. 

9 Busque padrões 

Na hora de relacionar informações e analisar situações, os padrões (e até a falta deles) é essencial.

Por isso, tente observar os padrões do que acontece ao seu redor. 

Isso ajuda a encontrar relações entre coisas que não pareciam ser relacionadas à primeira vista e também ajuda a chegar em soluções criativas. 

Conclusão 

Chegando ao final deste conteúdo, esperamos que tenha ficado claro para você o que é o pensar de forma analítica, como essa habilidade é buscada pelas empresas e por que ela é essencial. 

Também esperamos que você tenha aproveitado nossas dicas de como desenvolver o pensamento analítico. 

Leia também: 

Ética profissional: importância, exemplos e como desenvolver 

Aprenda a lidar com o medo de falar em público com estas 7 técnicas 

Emprego dos sonhos: o que fazer para alcançá-lo 

Currículo com foto: afinal, vale a pena incluir ou não? 

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT