Pensar em ter uma marca forte hoje passa, necessariamente, por conhecer o marketing 4.0 e as estratégias que dão resultado.

Afinal, a revolução digital está aí e, se você quer que o seu negócio tenha sucesso, deve acompanhar as tendências.

Quando o consumidor precisa de um produto ou serviço, é na internet que ele busca a solução.

Então, é lá que a sua empresa precisa estar.

Quer aprender como?

Nas próximas linhas, você vai descobrir as vantagens de adotar o Marketing 4.0 e aprender como colocá-lo em prática.

De quebra, se inspire em empresas que já utilizam a estratégia e conquistam bons resultados com ela.

Boa leitura!

O que é marketing 4.0?

marketing

Marketing 4.0 é o nome dado à nova era do marketing.

Com as tecnologias emergentes e a digitalização dos negócios, o marketing também precisou se transformar para se adaptar à realidade do cenário atual.

Afinal, o comportamento da sociedade agora é outro, e as velhas estratégias já não surtem tanto efeito como antes.

Conceito de marketing 4.0: do tradicional ao digital

O marketing ainda tem o mesmo propósito: agregar valor às marcas, produtos e serviços, de modo a estreitar o relacionamento com os clientes e, assim, fechar negócios.

No entanto, a forma de fazer isso já não é mais a mesma. 

Se, antes, os meios de massa eram os preferidos, hoje, a cena é outra. 

A personalização, por exemplo, é uma das características marcantes do novo jeito de praticar o marketing.

Como o marketing evoluiu?

marketing 4 planejamento
Para chegar ao 4.0, o marketing passou por alguns estágios. 

Vamos conhecê-los! 

Marketing 1.0

Você, provavelmente, já deve ter ouvido falar sobre comunicação em massa.

Mas, caso o termo seja desconhecido, vale esclarecer: trata-se da realização de ações e divulgações para públicos amplos. 

Os comerciais em TV aberta são um exemplo disso. 

Embora seja possível traçar os perfis de pessoas que mais assistem aos programas no horário de veiculação das campanhas, não há como identificá-los com precisão. 

No marketing 1.0, essa estratégia era muito frequente.

Além disso, eram as empresas que ditavam o consumo. A sociedade dependia da demanda de produção existente.

Marketing 2.0

Esta fase do marketing é marcada pelo aumento da concorrência.

Na etapa anterior, havia poucas empresas no mercado - e eram elas que ditavam o ritmo.

Com o tempo, negócios similares surgiram.

Por isso, neste momento, o foco do marketing passou a destacar os atributos dos produtos e serviços.

Afinal, a clientela mudou o perfil para ter poder de decisão e liberdade de escolha da marca favorita.

Marketing 3.0

Embora no estágio 2.0, os consumidores pudessem escolher o que queriam consumir, eles ainda não eram o centro das ações de marketing.

Foi nesta nova fase, portanto, que eles ganharam voz e as empresas precisaram dar total atenção às necessidades e desejos do público.

Com isso, o viés das comunicações também mudou. 

As marcas começaram a pensar em estratégias para criar conexões reais com os consumidores.

Marketing 4.0

No marketing 4.0, o consumidor se mantém no centro de tudo.

No entanto, essa fase é marcada por uma revolução tecnológica que intensificou esse processo.

Uma empresa que não tem presença digital, por exemplo, fica longe de atrair e conquistar seu público.

Novos canais e formatos foram aparecendo, e o marketing, por sua vez, aprendeu a utilizá-los a seu favor.

Quais as mudanças que fizeram surgir o marketing 4.0?

marketing 4 mudancas

Se, há alguns anos, a televisão e a rádio dominavam os investimentos em marketing, hoje, os meios de comunicação principais são outros.

Além disso, a forma de fazer negócios também mudou.

Será que você conhece eles? Veja a seguir!

Google

O Google é o principal buscador na internet.

Para se ter uma ideia da dimensão, em 2019, a média de pesquisas feitas em um único dia foi de 3,5 bilhões.

Os usuários utilizam o meio para esclarecer dúvidas a respeito de assuntos diversos, encontrar serviços e produtos, comparar preços e muito mais.

Com isso, não demorou para o Google chamar a atenção dos profissionais de marketing. Afinal, há muito potencial para se comunicar com o público nesse canal.

Assim, hoje, existem duas estratégias principais de marketing no Google. São elas:

  • SEO (Search Engine Optimization): é um conjunto de regras que deve ser seguido para que o buscador classifique, organicamente (ou seja, sem custo), o site ou blog de uma empresa entre os primeiros resultados. 
  • SEM (Search Engine Marketing): são anúncios pagos, que funcionam como uma espécie de leilão, para que o site da empresa seja apresentado logo no topo de resultados das pesquisas correspondentes.

Redes Sociais

Hoje, é difícil conhecer alguém que não tenha um perfil nas redes sociais. 

No Brasil, as mais conhecidas são Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn e YouTube.

E como as empresas devem acompanhar seu público, elas também precisam marcar presença nessas mídias. 

As estratégias em redes sociais são parecidas com aquelas que listamos para o Google.

Ou seja, as marcas podem oferecer conteúdo e interagir em seus perfis corporativos, assim como podem publicar anúncios e levar a mensagem mesmo para aqueles que não são seus seguidores.

Negócios Digitais

As novas tecnologias não se limitaram apenas à ampliação dos canais, como as redes sociais e o Google.

Na verdade. elas deram origem a diferentes tipos de negócios. 

Os e-commerces (ou lojas virtuais), por exemplo, fazem parte dos modelos digitais.

As vendas na internet crescem 12,5% ao ano. É um mercado promissor.

Também entram nessa categoria as empresas que utilizam a internet como meio para oferecer os serviços, como os aplicativos Uber e Airbnb.

Como o marketing 4.0 impacta na sua empresa?

marketing 4 impactos

O marketing 4.0 é capaz de proporcionar uma série de vantagens para qualquer negócio.

Com o uso dos canais digitais, a sua marca pode atingir um público muito maior. Afinal, eles têm ampla cobertura. 

Você não precisa se restringir apenas à sua clientela local. É possível impactar outros consumidores.

Além dessa capilaridade, há o benefício de segmentar o público-alvo. Assim, você pode definir os perfis compatíveis com seus produtos e serviços para se comunicar diretamente com eles.

A personalização é uma ferramenta muito eficiente para os negócios e, evidentemente, é um diferencial para os clientes.

Como aplicar o marketing 4.0 na prática?

marketing-4.0-afinal-como-aplicar-na-pratica

Transformar o seu negócio e adotar o marketing 4.0 requer algumas iniciativas. 

Veja, agora, um passo a passo de como fazer isso:

  • 1º passo: faça uma avaliação da sua empresa, considerando seus pontos fortes e fracos, as oportunidades e as ameaças ao seu negócio. Você pode utilizar a metodologia SWOT para apoiar esse exercício
  • 2º passo: depois de reconhecer todas as suas características, é hora de rever seu posicionamento estratégico. Quais são seus objetivos de negócio?
  • 3º passo: ficou claro aonde você quer chegar? Então, agora, reflita sobre o seu público-alvo. Descubra quem são os seus clientes e o que eles esperam da sua empresa
  • 4º passo: ao identificar o perfil do seu consumidor, fica mais fácil saber onde encontrá-lo. Quais são os canais mais utilizados por ele? 
  • 5º passo: após definir os canais, é hora de pensar nos formatos de ações e comunicações. Afinal, eles devem estar alinhados ao local de veiculação. Cada rede social, por exemplo, tem suas próprias características
  • 6º passo: pense em conteúdos úteis e relevantes para os seus clientes, e adapte-os aos formatos e canais já determinados
  • 7º passo: acompanhe os resultados de suas estratégias. Só assim, você será capaz de avaliar se elas tão dando certo ou se precisam de melhorias.

Exemplos de empresas que já utilizam o marketing 4.0

marketing 4 exemplos

Grandes marcas do mercado já utilizam o marketing 4.0 e têm tido bons resultados por isso. 

Conheça algumas delas!

Amazon

Pode-se dizer que a Amazon tem uma enorme fixação pelos seus clientes.

Ela enxerga a importância deles e sabe como colocá-los no centro de suas ações. 

Além disso, a marca é extremamente antenada e sempre busca por inovações nos seus processos.

Em 2016, por exemplo, ela realizou a primeira entrega com drone

A empresa também preza pela experiência do usuário e pratica preços baixos com uma variedade enorme de produtos ofertados.

Netflix

A Netflix é um verdadeiro exemplo de como utilizar as redes sociais.

A empresa criou uma personagem tão marcante, que os usuários interagem como se estivessem conversando com uma pessoa.

A Netflix responde aos comentários e promove publicações que estimulam o engajamento. 

É uma troca bem bacana entre empresa e cliente.

Coca-Cola

No marketing 4.0, os consumidores esperam que as empresas sejam consistentes, tenham propósito e atuem de forma sustentável.

Todos esses fatores são levados em consideração para que eles confiem na marca e estabeleçam um vínculo afetivo.

A Coca-Cola é uma empresa que leva isso a sério. 

Todas as suas estratégias são baseadas no que a marca acredita e com a intenção de se conectar com o público.

A personalização também é uma característica forte da Coca-Cola.

Você se lembra das latinhas com os nomes das pessoas? A ação fez um sucesso e tanto por aqui. 

Starbucks

Pedir um café e ser chamado pelo seu nome na entrega não o faz se sentir mais especial?

Essa é apenas uma das artimanhas usadas pela Starbucks para encantar seus clientes.

As lojas são confortáveis e a rede wi-fi é ótima para quem usa o espaço para trabalhar e fazer reuniões.

O padrão de qualidade também é mantido em todas as unidades.

Tudo isso faz da empresa uma referência no atendimento e experiência do cliente.

Walmart

A Walmart é uma gigante do varejo - e não é à toa.

Famosa pelas grandes lojas, a empresa tem se esforçado para conquistar seu espaço no mercado online.

A marca utiliza a lógica omnichannel (que interliga vários canais) para proporcionar momentos agradáveis aos seus clientes. 

Os consumidores podem, por exemplo, fazer uma lista de compras em casa, via aplicativo, e retirar os produtos na loja pouco tempo depois.

Dicas para sua empresa se adaptar aos novos tempos
marketing 4 planejamento

A sua empresa ainda não está alinhada à nova realidade do marketing? 

Isso é ruim, mas ainda dá tempo de rever essa estratégia.

Vamos a algumas dicas para ajudar você a transformar ações e resultados.

Humanize sua marca

É importante trabalhar a sua marca como se ela fosse uma pessoa. Ou seja, com ideais, valores e crenças.

Faça uma reflexão e crie uma personalidade para ela, estabelecendo um tom de voz adequado (ela será divertida ou séria, por exemplo?).

Lembre-se de que o conteúdo é o rei

Levante os temas favoritos do seu consumidor e pense em pautas que podem ser trabalhadas. 

A partir daí, comece a produzir conteúdo. 

É importante que ele seja útil e relevante, e apropriado ao mercado em que a sua empresa está inserida.

Crie personas

A melhor forma de criar ações e estratégias para o seu público é conhecê-lo.

As personas funcionam como uma espécie de perfil do cliente ideal do seu negócio. 

Você deve identificar detalhes sobre o consumidor, como suas necessidades e desejos, seus hobbies e interesses.

Assim, poderá direcionar seus esforços de maneira assertiva.

Estimule os advogados da marca

Os advogados de marca são aqueles clientes que gostam tanto do que oferece que entrariam em uma briga por você.

Eles são tão fiéis aos seus produtos e serviços que costumam defendê-los quando uma crítica ou reclamação é feita.

Ter esses clientes ao seu lado é muito importante. Por isso, procure reconhecê-los e estimulá-los.

Automatize o marketing

Com tantas ferramentas no mercado, por que perder tempo com processos manuais, não é mesmo?

Deixe as máquinas trabalharem por você. 

Busque instrumentos que possam facilitar o trabalho. Assim, você terá mais tempo para pensar de forma estratégica. 

Monitore resultados

De nada adianta investir em marketing e não acompanhar o andamento do processo. 

Fique atento aos resultados e estabeleça metas e indicadores. 

Dessa forma, fica mais fácil avaliar se tudo está dentro do esperado.

Livros e leituras sobre marketing 4.0

marketing 4 leituras

Para quem gosta de ter uma base teórica, é possível encontrar diversas obras sobre o marketing 4.0. 

Elas são interessantes para que você possa se aprofundar no tema e trazer as ideias para a prática. 

Algumas delas são:

  • Marketing 4.0 - Do Tradicional ao Digital, de Philip Kotler

  • Marketing e Comunicação na Era Pós-Digital, de Walter Longo

  • Marketing de Conteúdo: a Moeda do Século XXI, de Rafael Vaz.

Conclusão

Neste artigo, você conferiu um guia sobre o marketing 4.0 e entendeu sua importância para os negócios.

Todas as dicas que viu ao longo da leitura servem como um ponto de partida para colocar em prática ações que vão transformar os resultados na sua empresa.

Mas, para isso, também é fundamental que você tenha habilidades de gestão e liderança e conheça técnicas e ferramentas. 

E a melhor forma de fazer isso é investindo em capacitação. 

A graduação em Marketing EAD da PUC Goiás é excelente para empreendedores e profissionais que desejam seguir carreira na área. 

Além de fazer um curso completo, você tem a garantir de estudar em uma instituição de ensino reconhecida pelo MEC e pelo mercado, com mais de 60 anos de tradição. 

O artigo sobre marketing 4.0 ajudou você? 

Deixe a sua opinião nos comentários e aproveite para compartilhar o conteúdo em suas redes sociais!

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

New call-to-action

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT