<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=2736481836612313&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Quando estamos na escola e aprendemos sobre a língua portuguesa, literatura e redação, quem nos ensina é o professor, certo? E a formação necessária para que ele pudesse exercer essa profissão é ser Letrólogo, título adquirido após 4 anos cursando a faculdade de licenciatura em letras.

Se você tem paixão por esse universo e quer fazer o curso de letras, está no lugar certo, pois nesse artigo vamos te explicar sobre o curso e também sobre o mercado de trabalho desse profissional.

Mulher ruiva sorrindo. Ao seu lado, um quadro branco.

O que é o curso de letras?

Para responder essa pergunta, é preciso começar do começo: Letras pertence às ciências humanas e linguísticas e contempla não só os estudos literários, mas também históricos, filosóficos e culturais da humanidade.

Para dar o primeiro passo nessa graduação, é importante saber que mesmo após o término da faculdade, o estudo é constante. Pois como se trata de um idioma moderno, de tempos em tempos acaba passando por algumas atualizações.

O exemplo mais recente disso foi a reforma ortográfica, que aconteceu em 2009. Muitas regras caíram em desuso, outras foram atualizadas. Por esse motivo, esteja preparado para lidar com essas novidades.

Durante os anos de graduação, o aluno que decide ingressar no curso de letras vai aprender sobre quatro grandes áreas:

Produção textual: como estruturar um texto, seja ele redação, discurso, carta, narração, crônica, argumentativo e dissertativo.
Interpretação: junto com o saber escrever, é preciso saber interpretar. Afinal, a escrita, assim como a fala, é uma forma de comunicação, então é preciso saber identificar a linguagem verbal e não verbal.
Gramática: a nossa língua-mãe, o português, é recheada de regras gramaticais. Nesse momento do aprendizado, o aluno irá compreender por meio de regras como conjugar verbos e usar pronomes.
Literatura: saber a história é sempre importante para compreender o futuro, e quando se trata de estudar a literatura, não é diferente. Afinal, com isso podemos analisar a evolução dos séculos e da própria escrita.

Aqui na PUC Goiás, o curso de Licenciatura em Letras é ofertado de forma semipresencial. Ou seja, o aluno tem dois encontros presenciais na semana, e estuda o restante de forma online, sem sair de casa.

É a junção do conforto do EAD, com o benefício de aprender na prática com toda a infraestrutura de laboratórios e biblioteca. O curso habilita docentes para o exercício do magistério na área dos estudos de Língua, Linguística e Literatura.

No primeiro ano de curso, o aluno já tem contato com disciplinas voltadas para a prática, que aproximam o embasamento teórico da rotina prática da profissão. Algumas dessas disciplinas são:

Filosofia da Educação: onde o aluno é levado a refletir sobre os processos e sistemas educativos. Além da sistematização de métodos didáticos e outros temas do universo da educação.

Sociologia da Educação: já nessa disciplina, o aluno é estimulado a pensar e analisar os aspectos da realidade pela qual permeia a vida social, e faz necessário levar o conhecimento sobre sociologia.

Psicologia da Educação: o professor tem um papel fundamental na vida de todas as pessoas, e sob esse aspecto essa disciplina busca compreender quais são os fatores que interferem no processo de aprendizagem. Ou seja, entender como o aluno se comporta em grupo, como está sua saúde mental, e quais são seus desejos.

Fundamentos da Educação Escolar: nesta disciplina, acontece a introdução à análise e discussão do fenômeno educativo. Levando em consideração as relações entre educação e sociedade a partir do embasamento teórico. Fazendo com que o aluno entenda na prática o papel do educador.

Gestão e Organização do Trabalho Pedagógico: para tudo que se aprende na faculdade, é preciso que haja uma organização para que esse conteúdo chegue aos alunos. E é nessa disciplina que o aluno vai aprender a realizar o planejamento da proposta e política pedagógica de ensino. Além disso, será capacitado para definir os melhores métodos de ensino e aprendizagem, junto com o estabelecimento de metas educacionais.

Didática e Formação de Professores: a palavra didática vem do grego “didaktike”, que significa a arte de ensinar. Ou seja, nessa disciplina o aluno irá aprender sobre os processos da aprendizagem e ensino, usando de técnicas e métodos para passar seus conhecimentos da forma mais assertiva possível.

Estes são apenas alguns exemplos das disciplinas que o aluno terá contato no primeiro ano do Curso de Letras. E com organização e dedicação, é possível tirar de letra. Já que além de todo o amparo dos professores nas aulas presenciais e a distância, a PUC Goiás disponibiliza um moderno ambiente de aprendizagem virtual, com tutores disponíveis para te auxiliar na construção da aprendizagem.

Mas o que é licenciatura e qual a diferença entre licenciatura e bacharelado?

Quando se fala no curso de letras, normalmente vem a palavra licenciatura antes. E acaba surgindo dúvidas em quem está buscando por esse curso, afinal, por que se chama “Licenciatura em Letras”?

O Ministério da Educação (MEC) classifica os cursos superiores em três categorias: licenciatura, bacharelado e tecnólogo.

A licenciatura leva esse nome pois a grade curricular do curso é voltada para que o aluno aprenda a dar aulas para alunos do ensino fundamental e médio.

Já o bacharelado é mais focado em formar profissionais com conhecimento mais amplo.

E os tecnólogos são cursos de duração menor, com foco em áreas mais específicas.

No caso de Letras, existe apenas licenciatura ou bacharelado.

mulher escrevendo em um quadro branco.

E como é o mercado de trabalho para quem é formado em letras?

Depois de tudo que vimos anteriormente, é hora de saber como é trabalhar nessa área e a sua remuneração.

As notícias são bem positivas, pois o profissional que faz o curso de letras pode atuar na área da docência em Língua Portuguesa, Linguística e Literatura.

Além disso, pode trabalhar de forma autônoma, ou para empresas de comunicação social realizando atividades de revisão de textos. Ou também como redator em editoriais ou agências de publicidade. Ou seja, opções é o que não faltam para esse profissional.

Quais são as habilidades e competências que esse profissional precisa ter?

Mais do que gostar da área e passar no vestibular, é preciso ter algumas habilidades e competências para exercer a profissão de letrólogo. Por isso, para escolher o curso de letras, é importante que você goste muito de ler e escrever.

Além disso, é preciso ter uma boa comunicação e poder de concentração e organização, pois isso irá facilitar muito a sua rotina tanto durante a graduação, quanto atuando no mercado de trabalho.

Quanto ganha quem faz o curso de Letras?

Como citamos anteriormente, quem tem graduação em Letras, é Letrólogo. O site Educa Mais Brasil apontou que a média salarial varia de R$ 1.145,88 a R$ 4.727,88. Esses valores alteram conforme o tamanho da empresa e funções a serem desenvolvidas.

Além disso, é preciso levar em consideração o Piso Salarial dos Professores, que foi ajustado pelo MEC no ano de 2020. Com isso, o piso da categoria ficou em R$ 2.886,24. Seja atuando em empresas privadas, ou dando aula, o salário desse profissional segue atrativo.

Se gostou do artigo, escreva a sua opinião no campo de comentários e compartilhe o conteúdo em suas redes sociais! Aproveite para conhecer o curso de letras semipresencial da PUC Goiás, basta clicar aqui.

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

New call-to-action

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT