Tag: Ensino Superior

Você já pensou em ser cozinheiro profissional? Esta é uma área em ascensão no Brasil, tanto para se tornar um empreendedor quanto para contratação formal. 

A pandemia trouxe um novo cenário para a gastronomia no Brasil. Muitos restaurantes fecharam as portas e muitos ainda estão com dívidas. 

Porém, o hábito do delivery e o desejo por uma alimentação mais saudável sem precisar cozinhar em casa trouxeram novas oportunidades. 

E isso significa que a profissão de cozinheiro profissional está em alta. 

Pensando em ajudar você a entender melhor essa profissão e o mercado de trabalho, vamos explorar um pouco neste artigo o que significa ser um cozinheiro profissional. 

Aqui, vamos falar sobre as tendências gastronômicas, o cenário atual da gastronomia no país, o que você precisa para se tornar um cozinheiro profissional e como é o dia a dia de um.

Você vai conferir: 

O cenário atual do mercado de gastronomia no Brasil
7 áreas da gastronomia em que um cozinheiro profissional pode atuar
Quanto ganha um cozinheiro profissional
Como se tornar um cozinheiro profissional
Como funciona o curso de gastronomia semipresencial
Conclusão

Conheça as graduações EAD com 2 anos de duração da PUC Goiás!

O cenário atual do mercado de gastronomia no Brasil 

O cenário da gastronomia mudou bastante no Brasil nos últimos dois anos. 

Por conta da pandemia, e das orientações de distanciamento social, muitos restaurantes passaram por dificuldades financeiras e técnicas, sendo obrigados a se adaptar aos novos hábitos em tempo recorde para não precisar fechar as portas. 

E mesmo assim, dados da Abrasel indicam que mais de 300 mil restaurantes deixaram de funcionar entre 2020 e 2021. 

E muitos dos que mantiveram as portas abertas ainda precisam lidar com dívidas, a alta da inflação e a instabilidade econômica. 

Para completar, o cenário encontrado hoje é muito diferente daquele visto há dois anos. 

Hoje, segundo entrevista com Marcelo Nakagawa, professor de inovação e empreendedorismo da FAPESP, para o site da Abrasel, o cenário é de novas tecnologias e plataformas de delivery. 

Devido às orientações de distanciamento, o delivery ganhou extrema notoriedade e, hoje, muitos restaurantes modificaram seus modelos de negócio para atuar primariamente por delivery. 

Agora, que as orientações de distanciamento estão mais brandas, e os restaurantes voltaram a atuar com força total, o mercado vê uma ascensão nas contratações de cozinheiros profissionais. 

Aumento nas oportunidades para cozinheiros profissionais 

Segundo dados oficiais do Novo CAGED, eSocial e Empregador Web, divulgados pelo salario.com.br, entre maio de 2021 e abril de 2022 as contratações formais tiveram um aumento de 33,5%. 

Ou seja, mais cozinheiros estão sendo contratados para o regime integral de trabalho. 

Existe, também, uma boa oportunidade para quem ainda quer ingressar neste mercado porque, de acordo com a Abrasel, as empresas não estão encontrando mão de obra qualificada para atuar como chef de cozinha, auxiliar de cozinha, sushiman, garçons e até gerentes de restaurantes. 

Algo a se levar em conta também é o empreendedorismo no setor. 

Para o professor Marcelo Nakagawa, este é o momento ideal para se empreender na gastronomia. 

Isso porque as mudanças que a pandemia de Covid-19 trouxeram pedem por inovação por parte dos restaurantes, por uma renovação no tradicional. 

Ou seja, se você deseja atuar como cozinheiro profissional, este é o seu momento de se qualificar para uma contratação formal ou buscar empreender. 

7 áreas da gastronomia em que um cozinheiro profissional pode atuar 

Como você viu acima, existe uma gama de profissionais sendo buscados por empresas sem que haja oferta no mercado, desde chefs de cozinha até gestores. 

E essa é uma característica interessante da profissão: a atuação do cozinheiro profissional não fica limitada à cozinha. 

Escolhendo esta área de atuação, você pode trabalhar em diversos tipos de restaurantes e empreendimentos gastronômicos, assim como em outros locais, como indústrias. 

Confira abaixo áreas diretamente ligadas à cozinha nas quais você pode trabalhar: 

  • Personal Chef: esta área se refere ao profissional que atua em residências particulares, preparando cardápios e receitas. 
  • Chef de Cozinha: nesta área, o profissional atua planejando e preparado cardápios de acordo com o tipo de cozinha na qual trabalha. 
  • Chef Pâtisser: o profissional desta área é especializado em panificação e confeitaria. Ele planeja e prepara pratos doces e salgados. 

Além disso, o cozinheiro profissional pode atuar fora da cozinha, em áreas como: 

  • Consultoria: um cozinheiro profissional pode prestar consultoria para a abertura de restaurantes ou estabelecimentos já em funcionamento desde o design do empreendimento até os fornecedores e cardápio. 
  • Desenvolvimento de Produto: também é possível trabalhar no setor de produto de uma indústria na função de desenvolvimento. 
  • Segurança Alimentar: o cozinheiro também pode atuar fazendo vistorias em cozinhas para verificar as condições de produção e se as normas estão sendo cumpridas. 
  • Gestão: por fim, o cozinheiro profissional também pode atuar como gerente ou administrador de um restaurante e ter funções que vão desde a contratação de pessoal até gestão de recursos.
Sonha em ser chef e ter o próprio restaurante? Saiba como ser um cozinheiro profissional!

Quanto ganha um cozinheiro profissional 

O salário de um cozinheiro profissional depende do cargo ocupado e da senioridade. 

De acordo com o site salario.com.br, um Aprendiz de Cozinheiro recebe uma média de R$ 789,06 para uma jornada de 29 horas semanais. 

Já um Cozinheiro Geral recebe uma média de R$ 1.424,00 mensais, segundo o site vagas.com.br. 

Por sua vez, um Chefe de Cozinha Executivo, ainda de acordo com o vagas.com.br, recebe uma média de R$ 4.468,00 mensais. 

Entretanto, no banco de salários do Glassdoor, encontra-se registro de salários de até R$ 15.000,00 mensais para um Chef de Cozinha. 

Como se tornar um cozinheiro profissional

Para poder trabalhar enquanto cozinheiro profissional, é esperado que você tenha uma formação acadêmica ou curso profissionalizante na área. 

Isso porque é preciso que se tenha conhecimentos específicos sobre a técnica da profissão, mas também sobre o que será produzido na cozinha. 

Segundo o site vagas.com.br, o mais comum é que pessoas em cargos de Cozinheiro Geral tenham formação de nível médio. 

Porém, se você quer se tornar um Chef de Cozinha se fará necessário ter uma formação superior. 

O perfil do estudante de gastronomia 

Um estudante de gastronomia, e mais tarde um profissional da área, precisa ter algumas características essenciais para o dia a dia da profissão. 

Confira abaixo os três principais traços do perfil do cozinheiro profissional: 

  • Saber trabalhar sob pressão: como você já deve saber, o dia a dia na cozinha é estressante. Isso porque são muitos pedidos e pouco tempo para executá-los, por isso não existe tempo para imprevistos. É preciso ter a capacidade de tomar decisões certeiras de forma rápida. 
  • Ter agilidade: para trabalhar na cozinha, é preciso manusear uma série de utensílios e realizar diversas tarefas que exigem habilidade e velocidade. Portanto, é extremamente necessário que um cozinheiro profissional seja ágil. 
  • Ser bastante organizado: por fim, devido ao que já falamos nesta lista, também é essencial que você seja uma pessoa organizada. O local de trabalho precisa estar limpo, os utensílios e ingredientes precisam estar nos lugares certos e a higiene é fundamental. 

Como funciona o curso de gastronomia semipresencial  

E se depois de ler os pormenores da profissão de cozinheiro profissional neste artigo, o desejo de se tornar um surgiu dentro de você, confira agora informações sobre a graduação em Gastronomia! 

Aqui no EAD da PUC Goiás, oferecemos o curso de graduação em Gastronomia Semipresencial. Nesta modalidade, você tem aulas a distância, mas também presencialmente no câmpus. 

O curso de Gastronomia Semipresencial da PUC Goiás prepara você para atuar em cozinhas de diferentes tamanhos e estilos, lidando não apenas com a comida, mas também com todos os processos envolvidos. 

Durante a faculdade, você aprenderá tudo sobre os alimentos e seus preparos, bem como sobre a alimentação de diferentes partes do mundo. 

Estudará os pratos mais clássicos, como também as reinvenções, descobertas e tendências contemporâneas. 

E para que uma cozinha possa funcionar da melhor forma, você também aprenderá as rotinas de organização, armazenamento e abastecimento. 

Entenderá como gerir as pessoas envolvidas em cada processo, além de técnicas de administração. 

Conheça o curso de graduação em Gastronomia Semipresencial da PUC Goiás neste link! 

Conclusão 

Esperamos que, chegando ao final deste artigo, você tenha entendido tudo o que envolve a profissão de cozinheiro profissional. 

Leia também:

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT