Ao longo de nossas vidas ouvimos falar muito sobre competências.

Mas afinal de contas, do que isso realmente se trata?

Quais características e conhecimentos precisamos incorporar aos nossos hábitos e rotinas para que possamos realmente nos destacar?

Essas e outras respostas você acompanha neste texto.

Se você tem interesse em aprimorar conhecimentos que possam gerar impacto na carreira profissional ou na vida pessoal, recomendamos a leitura deste artigo até o fim.

Ao longo de nossas vidas ouvimos falar muito sobre competências.

Mas afinal de contas, do que isso realmente se trata?

Quais características e conhecimentos precisamos incorporar aos nossos hábitos e rotinas para que possamos realmente nos destacar?

Essas e outras respostas você acompanha neste texto.

Se você tem interesse em aprimorar conhecimentos que possam gerar impacto na carreira profissional ou na vida pessoal, recomendamos a leitura deste artigo até o fim.

estudante ao celular

O que são competências?

De acordo com o dicionário Michaelis, a palavra competência está relacionada ao conjunto de conhecimentos.

Na prática, cada habilidade que uma pessoa desenvolve é vista como uma competência.

Mas a expressão é bastante ampla e pode ser relacionada a vida pessoal e profissional.

A verdade é que cada vez mais as pessoas buscam aprimoramentos e incorporação de competências.

As empresas também buscam melhorias constantes nos processos, nas relações com os clientes, na produção, na forma como se comunicam e se posicionam dentro do mercado no qual atuam.

Tudo isso é resultado do trabalho de pessoas com altos níveis de competência.

E é essa a principal razão que leva setores de recursos humanos a buscarem pessoas com o máximo de competências profissionais para dentro das organizações.

Importância de trabalhar as competências profissionais

Diante de um cenário cada vez mais competitivo, é fundamental que as pessoas deem atenção às suas competências e como elas podem ser usadas a favor das empresas onde trabalham.

Todos nós desenvolvemos aptidões ao longo da vida. E elas dependem diretamente das características que trazemos de berço.

Provavelmente você tinha mais facilidade com algumas matérias na escola em relação às outras, não é mesmo?

Trabalhar as competências tem muito a ver com desenvolvermos as aptidões que temos a ponto de que essas possam ser diferenciais na vida profissional e também no lado pessoal.

Se você tem facilidade com idiomas, por exemplo, tente aprimorar ao ponto de conseguir ser fluente. Isso fará toda diferença quando aparecer no currículo. Num mundo globalizado, é imprescindível que as empresas tenham profissionais com essa competência na hora de fechar negócios e abrir mercado no exterior.

Competências profissionais são aquelas características que farão o diferencial tanto para a empresa quanto para o funcionário.

Competências Comportamentais

Além dos conhecimentos técnicos, as empresas valorizam cada vez mais quem possa apresentar competências comportamentais, e as principais são:

  • Proatividade: essa competência está cada vez mais sendo valorizada, e não é em vão. A pessoa proativa é aquela que é capaz de tomar decisões por conta própria, desenvolver suas ideias e criar soluções para problemas que ainda não aconteceram, mas que, por ventura, possam aparecer.
  • Liderança: a capacidade de gerenciar, administrar e conduzir equipes à alta performance é fundamental para quem planeja ser bem-sucedido dentro das empresas. Um bom líder é capaz de inspirar pessoas a serem melhores a cada dia. Para que isso seja possível, é necessário ter visão estratégica, organização e ter noção exata de como são os processos de uma organização e o que a equipe precisa para entregar bons resultados.
  • Organização: você já ouviu o ditado que diz “o combinado não sai caro”? Pois é, essa é uma característica das pessoas organizadas. Essa competência se faz necessária, pois permite a uma pessoa dominar a sua rotina, atendendo de maneira plena as reuniões para as quais for chamada. Além disso, uma pessoa organizada consegue planejar o futuro de maneira mais clara e construir metas para chegar aos objetivos.
  • Visão Sistêmica: o profissional atualmente precisa estar atento ao que acontece ao seu redor dentro da empresa, não meramente às suas tarefas. Ter uma compreensão do todo, de como são os processos o farão aprender mais sobre o negócio e a incorporar as melhores práticas dentro da função que ocupa. A compreensão e conhecimento de diferentes áreas ajudarão o profissional até mesmo em futuras promoções.
  • Comunicação: saber se comunicar é uma competência indispensável para quem quer ter êxito no mercado de trabalho. Tornar as ideias claras, de fáceis compreensão, ser comunicativo são atributos que abrem portas.
  • Relacionamento interpessoal: pessoas melhor relacionadas chegam mais longe. Ter uma boa relação com os colegas e gestores contribui para a produtividade, colabora com o ambiente da empresa e autoestima na hora de desempenhar as tarefas. Além disso, um convívio saudável colabora até mesmo com a qualidade de vida.
  • Inteligência emocional: essa competência é um dos principais diferenciais dos profissionais de sucesso. Embora não seja tão fácil de ser aplicada, a inteligência emocional se faz cada vez mais necessária. Essa habilidade favorece o bom relacionamento entre as pessoas, permite um maior entendimento das relações, e a melhor interação no ambiente de trabalho. Uma pessoa com maior nível de inteligência emocional está menos propensa a transtornos psicológicos, como ansiedade e depressão.

profissional usando a competência em TI no trabalho

E as competências técnicas, quais são?

Enquanto as competências comportamentais estão mais atreladas à personalidade e atitude, as competências técnicas são aquelas que dizem respeito especificamente ao cargo que a pessoa ocupa ou almeja.

Entre essas atribuições, estão graduação, fluência em idiomas, domínio de ferramentas e programas de computador.

Pense num fotógrafo, por exemplo. Se esse profissional domina o equipamento (máquina, lentes, etc) já tem uma competência, mas se ele sabe tratar as imagens em programas como o Photoshop, aumenta as possibilidades de se destacar de outros profissionais.

Mas digamos que além de fotografar, tratar as imagens, ele também edita vídeos e captura imagens com drone.

Esse tipo de conhecimento técnico que os profissionais adquirem ao longo da vida são, na verdade, competências que fazem a diferença e aumentam as chances de conseguir melhores oportunidades.

crescimento pessoal

A graduação é uma competência?

Talvez a graduação seja a maior competência que uma pessoa possa agregar ao seu currículo.

No Brasil, uma pessoa com ensino superior completo ganha mais que o dobro do que alguém com ensino médio.

Só esse índice revelado pelo jornal O Globo já indica a importância que uma faculdade tem na vida dos profissionais ativos no mercado de trabalho.

Mas, muitas vezes, a rotina não permite conciliar os estudos com a vida no trabalho e compromissos familiares. A dupla jornada que envolve trabalho e faculdade é impensável para grande parte das pessoas.

No entanto, é muito difícil projetar um futuro com boa remuneração sem ter ao menos um diploma no currículo. E não há outra forma de encaixar o estudo na vida de uma pessoa que já trabalha se não for pela administração do tempo.

 

Graduação a distância como alternativa

A necessidade de ter uma graduação atrelada à rotina ocupada de muitas pessoas tem feitos milhares de brasileiros buscarem os cursos superiores a distância como alternativa.

O EAD tem como principal diferencial a flexibilidade para estudar. Na prática, o estudante escolhe os horários em que irá se dedicar às aulas.

Isso é possível porque no ensino a distância as aulas ficam disponíveis no ambiente virtual de aprendizagem (AVA). É nele que o aluno tem acesso aos livros, vídeos, infográficos, exercícios e demais materiais necessários para estudar.

O diploma de uma faculdade a distância tem a mesma validade de um curso presencial, sem distinção entre as modalidades.

O cuidado que o estudante deve ter na hora de escolher onde vai estudar é se a instituição tem o reconhecimento do MEC. Isso assegura que o diploma seja válido em todo o território nacional.

A PUC Goiás é reconhecida pelo Ministério da Educação e atualmente oferece mais de 25 cursos EAD em diferentes áreas do conhecimento, tais quais administração, marketing, ciências contábeis e comércio exterior.

As aulas, nestes casos, são 100% on-line, com exceção das provas, que acontecem de forma presencial.

Outra modalidade oferecida pela PUC Goiás é o ensino semipresencial, no qual o estudante assiste aulas ao vivo, na universidade, alternando com o estudo em casa. Dentre os cursos que têm aulas neste formato híbrido estão engenharia civil, história, química, educação física e engenharia de produção.

 

Leve em consideração suas habilidades antes de escolher um curso

Ao longo desse texto, falamos sobre as competências que são naturais de cada um e aquelas que desenvolvemos ao longo da vida, especialmente as quem têm a ver com conhecimentos técnicos.

Para que nossas potencialidades possam vir à tona e se destacarem, é importante que sejamos felizes no que estamos fazendo.

Na vida profissional e acadêmica não é diferente.

Quando for escolher uma profissão, leve em conta os seus talentos e aquilo que pode dar uma realização pessoal também.

Profissionais infelizes tendem a desistir de crescer em suas carreiras, portanto, muito cuidado na hora de decidir o que quer para o futuro.

Uma maneira de descobrir qual curso melhor se encaixa às suas características e preferências é um teste vocacional, que é, um questionário que avalia o seu perfil. 

Essa avaliação indica as profissões que mais combinam com você.

Conclusão

Todos os dias estamos exercitando nossas competências, sejam elas comportamentais ou profissionais, mais técnicas, em nossos ambientes de trabalho.

Embora muitas vezes nem estejamos prestando a atenção nessas competências, ao exercê-las naturalmente, é importante ficarmos atentos a elas e, sempre que possível, as aperfeiçoar.

Essas características fazem muita diferença nas seleções de emprego, na hora de fazer um currículo, e é bom deixar as competências evidentes para que sejamos reconhecidos.

Dentro das competências técnicas, a formação em um curso superior talvez seja o primeiro e mais importante passo para muitas pessoas.

Um diploma universitário é a porta de entrada para melhores oportunidades, salários e qualidade de vida.

O EAD permite a pessoas que já trabalham, mas não têm graduação, fazerem a sonhada faculdade dentro dos horários possíveis, mantendo qualidade de ensino.

A PUC Goiás é a primeira universidade particular do centro-oeste e é reconhecida em todo o Brasil por formar profissionais do mais alto nível, aptos a ocuparem os melhores cargos.

Se você ficou interessado em saber como entrar num curso superior EAD ou semipresencial da PUC, confira quais as formas de ingressar.

É mais fácil do que você imagina. Inscreva-se agora mesmo!

 

 

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

New call-to-action

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT