Enem

Como estudar física para o Enem em 7 passos

Olívia Baldissera   |    | 8 min de leitura
Saiba mais
Saiba mais

  Tag: Enem

Vai fazer o Enem este ano e física é uma das matérias em que você tem mais dificuldade?

Preparamos um guia de como estudar física para o Exame que é a porta de entrada para o Ensino Superior no Brasil.

Os conteúdos de física definem 15 das 45 questões da prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, que é aplicada no segundo dia do Enem, junto com a prova de Matemática e suas Tecnologias.

Antes de baixar as provas dos anos anteriores, o indicado é voltar ao básico e montar um cronograma de estudos. É o que você vai ver a seguir, confira:

  1. Foque nos assuntos de física que mais caem no Enem
  2. Entenda os conceitos
  3. Relacione o conteúdo com situações do dia a dia
  4. Pratique suas habilidades matemáticas
  5. Use o método mnemônico
  6. Crie o hábito de organizar as informações dos enunciados das questões
  7. Faça um caderno de erros

Baixe agora mesmo 100 questões do ENEM e comece a estudar!

1. Foque nos assuntos de física que mais caem no Enem

Montar um cronograma de estudos é o primeiro passo para começar a estudar física do zero.

Se você começou a se preparar para o Enem a menos de 6 meses das provas, o ideal é se concentrar nos assuntos que aparecem com mais frequência nas questões. Isso vale para todas as disciplinas, não só as de Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

Os assuntos de física que mais caem na prova do Enem são:

  1. Acústica;
  2. Resistores;
  3. Energia, trabalho e potência;
  4. Calorimetria;
  5. Impulso, quantidade de movimento e análise dimensional;
  6. Forças magnéticas, indução e fluxo;
  7. Geradores, receptores, capacitores e leis de Kirchhoff;
  8. Refração e lentes;
  9. Instrumentos ópticos e óptica da visão;
  10. Interferência.

O levantamento foi feito pelos professores do Sistema de Ensino Poliedro, que analisaram as questões de todas as edições do Exame. Todo o conteúdo programático de física e das demais disciplinas você encontra na Matriz de Referência do Enem.

O Blog do EAD PUC Goiás reúne uma série de resumos que vão te ajudar a montar o seu plano de estudos de física:

2. Entenda os conceitos

Montado o plano de estudos, chegou o momento de estudar os conceitos. Eles vão te ajudar a entender as fórmulas e interpretar enunciados de questões.

Vamos pegar como exemplo a área de acústica, o assunto de física que mais aparece no Enem.

O que ela estuda? As ondas sonoras e como elas se propagam. Essa área envolve conceitos que caracterizam o som, como intensidade, volume, frequência e amplitude. Saber o que cada um desses termos significa é essencial para responder as perguntas de acústica do Exame.

Leia apostilas, assista a vídeos no YouTube e no TikTok e explique os conceitos com suas próprias palavras antes de partir para a resolução de questões.

3. Relacione o conteúdo com situações do dia a dia

Associar os conceitos a situações do cotidiano é uma forma não só de memorizar, mas de compreender os conteúdos de física.

Confira alguns exemplos:

  • No trânsito, conseguimos perceber em nosso corpo a manifestação de conceitos como inércia, movimento uniforme, aceleração e velocidade;
  • Conceitos da calorimetria e da termodinâmica são observados no ar-condicionado e na garrafa térmica. O primeiro retira o calor do ambiente e o transporta por meio de um fluído refrigerante. Já o segundo trabalha com os conceitos de irradiação, convecção e condução para manter a temperatura do cafezinho;
  • Observar as roupas no varal é uma forma de aplicar os conceitos de estados físicos da matéria. A água presa entre as fibras do tecido passa do estado líquido para o gasoso;
  • Pensar na relação entre a lua e as marés ajuda a entender a Lei da Gravitação Universal.

Roupas secando no varal são um exemplo da física no cotidiano. Créditos: Vidar Nordli-Mathisen/Unsplash.Roupas secando no varal são um exemplo da física no cotidiano. Vidar Nordli-Mathisen/Unsplash.

4. Pratique suas habilidades matemáticas

Boa parte das questões de física são resolvidas por meio de fórmulas, o que envolve colocar em prática as operações matemáticas básicas: adição, subtração, multiplicação e divisão.

Diferença entre grandezas, estatística, probabilidade, lógica, álgebra, trigonometria e notação científica são outros conhecimentos matemáticos mobilizados para resolver questões de física.

5. Use o método mnemônico

Sabe aqueles macetes para decorar as fórmulas de física? Eles fazem parte de um conjunto maior de métodos, chamado de estudo mnemônico.

O método mnemônico é indicado para memorizar fórmulas, conceitos e listas. Ele se baseia na associação das informações que precisam ser retidas com elementos que facilitam a fixação. Podem ser imagens, números, palavras, sons...

A ideia é que esses elementos ativem a memória e mobilizem a informação necessária para solucionar uma questão.

Confira os mnemônicos mais comuns para memorizar fórmulas de física:

Pressão

  • Fórmula: P.v = n.R.t
  • Mnemônico:

Por Você Nunca Rezei Tanto”

  • Para que é usada: para mediar a pressão de fluidos.

Força

  • Fórmula: F = m.a
  • Mnemônico:

FaMa”

  • Para que é usada: para mediar a força, massa ou aceleração de um corpo.

Velocidade

  • Fórmula: V = Vo + A.T
  • Mnemônico:

Vo ATirou”

  • Para que é usada: calcular a velocidade final ou inicial, o tempo de deslocamento ou a aceleração de um corpo.

MRU e MRUV

Movimento Retilíneo Uniforme (MRU)

  • Fórmula: S = So + V.t
  • Mnemônico:

SorVeTe”

  • Para que é usada: para medir o tempo, o espaço e a velocidade de um corpo em movimento.

Movimento Retilíneo Uniformemente variado (MRUV)

  • Fórmula: S = So + Vo.t + 1/2 a.t²
  • Mnemônico:

Sentado Sozinho Vendo Tevê até Meia-Noite"

  • Para que é usada: para medir o tempo, o espaço e a velocidade de um corpo em movimento uniformemente variável.

grafico-movimento-uniforme-variavel

6. Crie o hábito de organizar as informações dos enunciados das questões

Resolver questões das edições anteriores do Enem é fundamental para estudar física. Você encontra todas as provas e gabaritos nos sites dos seguintes órgãos do governo federal:

Quando estiver resolvendo as provas antigas de física do Enem, leia o enunciado com atenção e identifique qual o comando da questão, ou seja, que pergunta você precisa responder.

Depois, anote as informações necessárias para responder à questão. Também recorra aos mnemônicos para escrever a fórmula que será usada. Assim você não terá que ler o enunciado toda vez que tiver que aplicar os dados.

Outro ponto importante é checar as unidades de medida e ver se estão de acordo com o Sistema Internacional de Unidades (SI). Se não estiverem, converte-as antes de aplicar os dados na fórmula.

7. Faça um caderno de erros

Errou alguma das questões de física enquanto estudava? Anote-a.

Esse é o princípio do caderno de erros, método que ajuda a identificar em quais assuntos você têm dificuldade.

Em um caderno ou em um documento de Word, descreva a questão que você errou e anote que assunto você precisa estudar para respondê-la corretamente. Em seguida, inclua o conteúdo no seu cronograma.


Esperamos que esse guia de como estudar física te ajude a se sair bem no Enem!

O Exame é a principal porta de entrada para o Ensino Superior no Brasil. E sua nota do Enem vale bolsas de estudo no EAD PUC Goiás. Conheça as condições e boa sorte!

Use sua nota do ENEM para ganhar uma bolsa de estudos!

Leia também:

Inscreva-se no nosso Blog

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se.

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT