Em dúvida sobre como fazer citação indireta no seu trabalho acadêmico? 

Então, você chegou ao lugar certo.

Neste artigo, além de conhecer as regras para incluir esse importante componente textual, você aprenderá técnicas para mandar bem no uso das citações.

Afinal, elas são muito importantes para que você possa construir textos embasados e com argumentos convincentes.

Sem contar que elas expressam seriedade e comprometimento com a abordagem do assunto.

Interessado? Vamos lá!

O que é citação?

A citação é um trecho extraído de outra fonte para compor um argumento em uma dissertação.

É um artifício muito utilizado para elaboração de trabalhos acadêmicos, como TCC, monografias e teses.

Ao aplicá-la, além de respaldar a ideia apresentada, é atribuído um tom de autoridade para o texto.

Isso porque o ponto de vista de outros autores demonstra que houve esforço de pesquisa e investigação.

Vale ressaltar que existem tipos distintos de citação, e que o uso deles no texto pode variar conforme a necessidade do autor.

Quais são os tipos de citação?

As citações podem ser diretas ou indiretas e, dentro dessa classificação, encontram-se mais algumas subdivisões. 

Cabe dizer que o uso adequado de todas elas é orientado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas, mais conhecida como ABNT

Veja a seguir quais são:

Citação direta (ou textual) - ABNT

A citação direta pode ser curta ou longa.

Na citação curta, o trecho destacado pelo autor possui até três linhas e aparece no meio do texto, sem mudança no tamanho da fonte ou espaçamento.

Além da referência, deve haver também a menção ao autor da citação e a inclusão do ano da obra e página, que devem constar entre parênteses.

Dessa forma:

  • Conforme afirmado por Kenski (2007, p. 25), “o conceito de novas tecnologias é variável e contextual”.

Ou assim:

  • Com base nesse argumento, consideramos que “o conceito de novas tecnologias é variável e contextual” (KENSKI, 2007, p. 25).

Já a citação longa é aplicada quando o trecho ultrapassa as três linhas.

Nesse sentido, deve haver alteração na formatação do texto. 

Além de selecionar uma fonte menor (normalmente, a fonte utilizada é tamanho 10) e incluir o espaçamento simples de linhas, também é preciso mexer na disposição dos parágrafos.

A norma estabelece que seja feito um recuo de 4 cm à esquerda.

E, diferentemente da citação direta curta, não há uso de aspas.

Veja o exemplo:

  • De acordo com Kenski (2007, p. 30):

Os primeiros registros gráficos do pensamento humano foram encontrados em materiais como paredes de cavernas, ossos, pedras e peles de animais. Muitos outros materiais foram utilizados como suporte para a escrita antes da invenção do papel.

Citação indireta (ou Livre) - ABNT

A principal característica da citação indireta é a adaptação do trecho.

Isso quer dizer que fica a cargo do autor descrever com suas próprias palavras a ideia da referência original.

Ainda assim, na citação indireta, deve haver menção ao autor e ano da obra. 

No entanto, o número da página não é obrigatório. 

É importante destacar ainda que, tanto para citações diretas quanto para citações indiretas, a fonte deve ser incluída na bibliografia. 

Importância e confiabilidade das fontes citadas

É fato que as fontes de pesquisa enriquecem e embasam o trabalho.

Contudo, tenha sempre em mente que elas precisam ser confiáveis.

Procure citar autores que possuam relação com o tema apresentado e, mais do que isso, que sejam referência em seus estudos.

Com isso, você agrega autoridade para o seu argumento. 

Dados estatísticos e de pesquisas também colaboram para fundamentar a tese.

Nesse caso, dê preferência a informações atuais e relevantes.

Seguindo as dicas acima, certamente, você construirá um texto bastante eloquente.

Qual é o objetivo da citação indireta?

Realizar uma citação indireta em seu texto demonstra compreensão da mensagem transmitida pelo autor original.

O que, de certa forma, também expressa que você se sente confortável para apresentá-la em seus termos. 

A citação indireta é ainda uma forma de explicar a ideia central com uma linguagem mais fácil de ser entendida e, evidentemente, adequada ao tom do seu texto. 

Mas, atenção: certifique-se de que o conteúdo foi realmente assimilado para não correr o risco de distorcer os dizeres.

Como fazer citação indireta?

Como a citação indireta não se limita à reprodução do trecho integralmente, é indispensável tomar alguns cuidados ao aplicá-la.

Em vez de apenas substituir termos, procure desenvolver um comentário explicativo, utilizando conceitos e esclarecimentos à citação.

Você também pode usar e abusar de comparações e metáforas para tornar o seu conteúdo mais fluido e compreensível. 

Exemplos de citação indireta

citacao indireta exemplos

Anteriormente, mostramos exemplos de aplicação da citação direta.

Agora, veja como se faz uma citação indireta:

  • De acordo com Kenski (2007, p. 36), o domínio de linguagem em cada tipo de atividade faz com que qualquer um possa compor a rede.

Ou assim:

  • O domínio de linguagem em cada tipo de atividade faz com que qualquer um possa compor a rede (KENSKI, 2007).

Como utilizar as citações seguindo as normas ABNT?

Para realizar uma citação no texto, de acordo com as normas ABNT, a menção ao autor e obra deve ficar clara no texto. 

E há duas maneiras de fazer essa referência:

  • Autor-data: quando o autor e a data são apresentados no meio do texto. 

Por exemplo: 

O domínio de linguagem em cada tipo de atividade faz com que qualquer um possa compor a rede (KENSKI, 2007).

  • Numérica: quando a citação é numerada e os créditos ao autor são concedidos diretamente na bibliografia. Caso o texto já possua notas de rodapé, este tipo de referência não pode ser utilizado. 

Por exemplo: 

“O conceito de novas tecnologias é variável e contextual”. (KENSKI¹, 2007)

Em ambos os casos, o autor do trabalho deverá seguir somente com um formato de citação. 

Existem ainda outros tipos de citações que podem ser utilizados:

Citação de citação

Este modelo ocorre quando uma citação feita pelo autor da obra original é destacada.

Nesse caso, identifica-se a citação com a expressão APUD, que significa “junto a, perto de”, em latim.

Normalmente, a citação de citação é utilizada quando a obra original não pôde ser localizada e o trecho em questão é relevante para o trabalho apresentado. 

Assim, a referência deve ser atribuída ao autor original e ao autor da obra pesquisada. 

Por exemplo:

“A comunicação interna é uma ferramenta estratégica para compatibilização dos interesses dos empregados e da empresa, através do estímulo ao diálogo, à troca de informações e de experiências e a participação de todos os níveis” (RHODIA, 1985, apud KUNSCH, 2003, p. 154).

Citação de vídeos

Com o crescimento da tecnologia e o advento de novos canais e formatos, tornou-se cada vez mais comum utilizar vídeos para basear uma pesquisa. 

Saiba que esse tipo de fonte é aceito pela ABNT e, segundo a NBR 6023:2018, a citação deve ser feita identificando título, diretor, produtor, local, produtora, data e especificação do suporte.

Para vídeos do YouTube, a recomendação é outra. Devem ser descritos apenas a autoria, título da obra e ano de publicação. 

E, caso seja possível, é importante incluir o link de veiculação.

Citação de documentos consultados na internet

É possível também utilizar documentos consultados na internet, como artigos em sites, arquivos em PDF e e-books. 

Os critérios de citação para um e-book são os mesmos de um livro impresso. 

Para textos e artigos da internet, deve haver menção ao autor, ano de publicação e página, se houver. 

Caso não conste o nome do autor no artigo, deve ser referenciada a instituição responsável pela publicação do conteúdo. 

Citação de vários autores simultâneos

Para uma citação que contenha dois ou mais autores, as regras não são muito diferentes. 

Há apenas a exigência de separação dos nomes com o uso de vírgula ou ponto e vírgula. 

Por exemplo:

  • “As ações possessórias visam a garantir a posse àquele que a tem violada.” (BARROSO; LETTIÈRE, 2016, p. 228)
  • Para Barroso e Lettière, “as ações possessórias visam a garantir a posse àquele que a tem violada” (2016, p. 228).

Citação em língua estrangeira

A tradução de uma citação em outro idioma não é obrigatória. 

Sendo assim, o autor pode optar em manter a citação original no texto.

No entanto, o conceito geral do trabalho pode ser melhor compreendido por diferentes públicos se todo o conteúdo possuir a mesma linguagem. 

Seguindo dessa forma, o autor pode traduzir a citação estrangeira, mencionando o termo “tradução nossa” ao final da referência.

E, além disso, precisa incluir a versão original na nota de rodapé.

Por exemplo:

  • “Ao final de duas semanas, avalie sua experiência”. (MCKAY; DAVIS; FANNING, 2009, p. 47, tradução nossa) ¹
  • Na nota de rodapé: ¹ “At the end of two weeks, evaluate your experience.”

Dicas para criação de citações e exemplos

citacao indireta dicas para criacao exemplos

Criar um texto com citações pode parecer difícil à primeira vista.

Mas, com algumas dicas, fica fácil descobrir como usar as citações adequadamente.

Confira mais algumas boas práticas que separamos para você.

Procure compreender os tipos de citações

Ao ler os tópicos anteriores, este passo já foi cumprido. 

Entender os tipos de citações existentes ajuda a determinar qual é melhor formato para inclusão no seu texto.

Vale lembrar ainda que um texto acadêmico, como um TCC ou monografia, suporta diversos modelos de citações.

Atente-se à pontuação

As citações possuem diferentes regras de pontuação, dependendo do tipo escolhido.

Por isso, fique atento a todas essas normas, tanto para sinalizar corretamente no texto quanto para compor a bibliografia.

Utilize as citações a seu favor

Agora, você já sabe a importância das citações para a qualidade do seu trabalho e também compreende a necessidade de buscar fontes confiáveis, certo?

Além de ter todo esse cuidado, tenha bastante atenção para utilizar as citações com lógica, de maneira coerente no texto. 

Não use-as, simplesmente, para compor as linhas e obter volume.

Conclusão

Para encerrar este artigo, vamos a um ponto crucial sobre o uso de citações, sobretudo a citação indireta: o risco de plágio, que ainda tem alta incidência como mostra esta reportagem.

Essa falha pode custar caro. 

E isso não se restringe apenas a danos acadêmicos, pois o plágio é considerado crime.

Por isso, seguir todas as regras e recomendações é de grande importância para evitar deslizes graves como fazer menções sem atribuir os devidos créditos. 

E, então, nossas dicas ajudaram a esclarecer as suas dúvidas sobre o uso de citação indireta? Gostou do conteúdo? Deixe o seu comentário no espaço abaixo.

Caso tenha interesse em ler outros artigos como este, continue navegando em nosso blog.

Inscreva-se no nosso Blog

ead puc goiás

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT