Falar sobre big data e inteligência analítica pode parecer uma conversa futurista.

Mas estamos longe de um filme de ficção, pois essa é uma área de atuação que já é realidade, bastante alinhada à era digital.

A verdade é que a revolução 4.0 tem impulsionado algumas carreiras.

Entre elas, está justamente a de big data e inteligência analítica, que já garantiu espaço e tem perspectiva de um futuro promissor.

Segundo levantamento da rede social corporativa LinkedIn, duas funções relacionadas à área de big data estão entre as 15 profissões mais em alta no mercado.

São as carreiras de cientista de dados e de engenheiro de dados.

Se as oportunidades profissionais são atrativas, tudo o que você precisa neste momento é investir certo na formação que vai colocá-lo em destaque.

Quer saber mais sobre elas e conhecer o curso que forma profissionais para atuar nesse mercado?

Então, este artigo tem tudo o que precisa saber sobre big data e inteligência analítica.

Siga acompanhando!

O que é big data e inteligência analítica?

big data inteligencia analitica o que e

O termo big data vem do inglês e quer dizer grandes dados.

Na prática, consiste em reunir um alto volume de dados, organizá-los e interpretá-los para gerar informações úteis e relevantes para a tomada de decisão nas mais variadas situações.

É por isso que o conceito de big data é acompanhado de inteligência analítica.

Ou seja, não basta apenas ter os dados, mas observar e analisar o que foi coletado para utilização prática e em atendimento aos objetivos propostos.

Em uma rápida explicação, o trabalho leva em conta três fundamentos principais:

  • Volume: são muitos dados colhidos e imputados de uma vez só
  • Velocidade: as análises são feitas em tempo real para que os insights sejam rápidos e tenham efeitos positivos
  • Variedade: os dados são extraídos de lugares diferentes e em formatos distintos.

Vale observar, no entanto, que estudos modernos sobre o big data acrescentam à lista outros Vs, como valor, veracidade, visualização e variabilidade.

Como é o curso de big data e inteligência analítica?

big data inteligencia analitica como e curso

O curso de big data e inteligência analítica é oferecido no formato tecnólogo.

Durante os estudos, os alunos aprendem a resolver problemas complexos relacionados ao volume de dados e informações que circulam diariamente nos mais variados canais, além de entender como usar a inteligência artificial no processamento.

Disciplinas

No curso de big data e inteligência analítica da PUC Goiás, os estudantes têm contato com as seguintes disciplinas:

1º semestre

Módulo 1

  • Tecnologias Computacionais Emergentes
  • Programação e Estrutura de Dados.

Módulo 2

  • Programação em Big Data
  • Introdução a Banco de Dados.

2º semestre

Módulo 3

  • Inteligência Artificial
  • Introdução à Estatística.

Módulo 4

  • Banco de Dados para Big Data
  • Análise Estatística de Predição.

3º semestre

Módulo 5

  • Machine Learning
  • Processamento Paralelo e Distribuído.

Módulo 6

  • Deep Learning
  • Computação em Nuvem para Big Data.

4º semestre

Módulo 7

  • Teologia e Ciências Sociais e Humanas Aplicadas
  • Técnicas de Visualização de Dados.

Módulo 8

  • Business Intelligence e Data Science
  • Empreendedorismo e Inovação.

5º semestre

Módulo 9

  • Data Mining
  • Big Data em Mídias Sociais.

Módulo 10

  • Graph Mining
  • Frameworks para Big Data.

Duração e carga horária

Por ser um curso tecnólogo, a formação em big data e inteligência analítica é mais curta. 

O aluno pode concluir a faculdade em dois anos e meio. 

Cada semestre tem duração de 400 horas. Ou seja, a carga horária total do curso é de 2.000 horas.

Qual o perfil do profissional de big data e inteligência analítica?

big data inteligencia analitica qual perfil profissional

O profissional de big data e inteligência analítica precisa ter afinidade com Ciências Exatas e um perfil analítico.

Ele deve ter a capacidade de realizar avaliações ricas em detalhes e argumentos.

Outra característica presente nessa área é a visão estratégica.

Isso porque é com base no trabalho do especialista em big data que a organização pode tomar decisões importantes, que têm relação, muitas vezes, com o futuro dos negócios.

Mais alguns atributos marcantes são a flexibilidade e a agilidade.

Afinal, o profissional de big data lida com desafios diários que exigem jogo de cintura.

E, por fim, vale mencionar que a área é recomendada para os apaixonados pelas novas tecnologias e tendências digitais. 

Como é o mercado de trabalho para quem atua com big data e inteligência analítica?

big data inteligencia analitica como e mercado de trabalho para quem atua com

Para alguns, novas profissões, como a de big data, podem causar incerteza. 

Se esse é o seu caso, aqui vão algumas informações que mostram como o mercado de trabalho nessa área está aquecido.

Segundo um estudo feito pela Aveva, companhia especializada em software industrial e de engenharia, as empresas devem dedicar boa parte dos investimentos para estratégias digitais.

Entre elas, está o big data.

Após ouvir 1.240 executivos, concluiu-se que inteligência artificial, realidade aumentada e processamento de big data são as preferências do cenário corporativo para 2020.

Dessa forma, os profissionais de big data e inteligência analítica podem trabalhar em empresas de grande ou pequeno porte, sejam elas do segmento de TI (Tecnologia de Informação) ou não. 

Em quais áreas o profissional pode atuar?

Além de o big data ser usado para setores diversos, como manufatura, varejo, saúde, entre outros, a atividade também se aplica a áreas distintas.

Por exemplo, no marketing, o profissional pode atuar com foco em comportamento de clientes. 

Assim, é possível descobrir os hábitos de compras dos consumidores para propor ações direcionadas e personalizadas.

Já no departamento financeiro, há oportunidade de usar as informações extraídas para gerenciar melhor os orçamentos, controlar gastos e evitar tentativas de fraude.

Outra área que se vale do big data é a de qualidade. 

Afinal, a análise de dados permite identificar falhas na produção e, com isso, podem ser realizados testes e mudanças para impedir que novos erros aconteçam e qualificar as entregas aos clientes. 

Como é a carreira em big data e inteligência analítica?

Já sabemos que a área de big data está crescendo.

Dessa forma, a busca por profissionais qualificados também aumenta.

Sem falar que existem diferentes cargos que o especialista em big data pode ocupar.

Entre eles, estão os seguintes:

Administrador de banco de dados

Também chamado de DBA, nessa função, o profissional deve configurar o banco de dados e monitorá-lo. 

Além disso, ele é responsável por fazer atualizações sempre que houver necessidade.

Desenvolvedor

No caso deste profissional, a atribuição se volta à programação e às especificações do banco de dados. 

O seu papel é revisar os códigos e fazer testes para garantir que a análise será realizada como o esperado.

Cientista de dados

Para trabalhar como cientista, o profissional precisa ter competência para interpretar os dados. 

Afinal, é ele quem conduz as análises a fim de obter informações relevantes para a tomada de decisão. 

Além desses, outros cargos comuns na área são: 

  • Engenheiro de dados
  • Engenheiro de big data
  • Analista de dados
  • Arquiteto de soluções em big data
  • Cientista de machine learning
  • Engenheiro de machine learning
  • Especialista em Business Analytics.

Quanto ganha um profissional de big data e inteligência analítica?

big data inteligencia analitica quanto ganha profissional

Como vimos, existem várias funções que o profissional de big data pode exercer.

Cada uma delas tem remunerações apropriadas.

Por exemplo, um analista de dados tem salário médio mensal de R$ 4.218,00, segundo o site Glassdoor.

O mesmo cargo, na Catho, registra uma renda mensal de R$ 3.031,16.

Por outro lado, o cientista de dados costuma receber algo próximo do dobro. 

Na própria Catho, a remuneração é de R$ 6.092,46.

Já no portal Glassdoor, este mesmo profissional recebe, em média, R$ 7.536,00.

A verdade é que o salário dos profissionais em big data pode variar bastante de acordo com a empresa em que trabalham, com as responsabilidades que assumem e, claro, com a qualificação acadêmica.

Profissionais que têm seus conhecimentos comprovados por um diploma reconhecido no mercado também têm mais chances de conquistar uma boa vaga e se destacar na função.

Por isso, se você busca um salário alto, invista na sua educação. 

Se não tem tempo para estudar, vale conhecer como funciona o EAD, o ensino a distância.

Exemplos de empresas para trabalhar com big data e inteligência analítica

big data inteligencia analitica exemplos de empresas para trabalhar

Curioso para saber quais empresas já utilizam o big data em suas estratégias e têm conquistado cada vez mais resultados?

Exemplos não faltam.

A gigante do varejo, Amazon, é uma das organizações que fazem uso do big data há algum tempo.

Por meio de machine learning e de armazenamento em cloud computing, a varejista identifica o comportamento de cada consumidor para oferecer soluções personalizadas.

A empresa de logística UPS também apostou no big data para aprimorar suas operações. 

O cruzamento de dados foi usado para encurtar distâncias e otimizar o trabalho dos motoristas. 

Com isso, a organização ainda reduziu os gastos com combustível. 

Outra companhia que emprega big data em seu negócio é a Shell, uma das maiores petrolíferas do mundo. 

Ela usa a tecnologia para monitorar ondas sísmicas de baixa freqüência abaixo da superfície da Terra e, com isso, prever o tamanho provável dos recursos de petróleo e gás. 

Essa iniciativa ajuda a minimizar os riscos da operação e também os custos envolvidos nela.

Conclusão

Ficou entusiasmado com a oportunidade de trabalhar com as novas tecnologias e fazer a diferença nos negócios?

A gente sabe que a carreira de big data é desafiadora, mas, com uma boa formação, você será capaz de transformar as estratégias e operações das organizações.

E se quer ter a garantia de estudar em um lugar que vai te ensinar sobre as melhores práticas, ingresse na PUC Goiás.

Em 60 anos de história, a Pontifícia Universidade Católica de Goiás já diplomou mais de 100 mil profissionais. 

A universidade possui reconhecimento nacional e é referência em educação superior no Centro-Oeste. 

Nela, o estudante encontrará um curso a distância comprometido com a formação de profissionais qualificados e prontos para os desafios do mercado de trabalho.

Acesse agora mesmo a página da graduação e inscreva-se!

Gostou do artigo sobre big data e inteligência analítica? Então, deixe um comentário e compartilhe o conteúdo em suas redes sociais!

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

New call-to-action

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT