<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=2736481836612313&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Você procura uma graduação que traga um amplo mercado de trabalho?

Que tal considerar o Marketing?

A profissão foi se reinventando conforme o passar dos anos e soube incorporar as tecnologias da informação na sua prática diária.

Hoje em dia, as carreiras dentro do Marketing Digital são super promissoras, mas, além delas, há outras opções muito interessantes e fundamentais para as organizações.

Neste artigo, vamos apresentar nove áreas dentro do Marketing.

O que é o Marketing?

Não existe um conceito único para o Marketing e, também, não podemos limitar esse serviço a apenas oferecer produtos e vendê-los.

A Associação Americana de Marketing define o Marketing como o “conjunto de processos para criar, comunicar, entregar e trocar ofertas que tenham valor para clientes, clientes, parceiros e a sociedade em geral”.

Percebam que uma palavra tem destaque nessa frase: valor.

isso-e-marketingSeth Godin, um dos principais especialistas sobre área na atualidade, relata no seu livro “Isso É Marketing: Para Ser Visto É Preciso Aprender A Enxergar” que o marketing eficaz envolve “compreender a visão de mundo e os desejos de nossos clientes para que possamos criar uma conexão”.

O principal objetivo é, então, a satisfação do cliente, oferecendo coisas que realmente têm valor.

A área passou por muitas transformações ao longo da história. Com as novas tecnologias sendo incorporadas no cotidiano soube, inclusive, se reinventar. Atualmente, as carreiras no chamado marketing digital são muito promissoras.

Conforme levantamento do LinkedIn, cargos relacionados à gestão de mídias sociais e de marketing digital vão continuar em alta em 2021, mesmo após a pandemia do Coronavírus.

Como o Marketing surgiu?

A profissão do Marketing surgiu e foi se adaptando conforme o contexto econômico da sociedade. Desde a Revolução Industrial até a internet comercial, nos dias de hoje.

Para entender esse processo, vamos explicar as quatro fases do Marketing, do Marketing 1.0 até o Marketing 4.0.

A primeira fase de desenvolvimento do Marketing, chamada de Marketing 1.0, teve como palco a Revolução Industrial.

A máquina a vapor permite um aumento da produtividade. Antes, tudo era feito de maneira artesanal, sendo os processos mais lentos, manuais e mais caros.

Uma das características da Revolução Industrial é a produção em massa, onde tudo era padronizado. Assim, o objetivo das empresas era, simplesmente, vender os produtos.

Por sua vez, as pessoas aceitavam esses produtos da forma oferecida, pois tinham necessidades.

Com as novas tecnologias da informação, surge uma nova era: o Marketing 2.0.

Mais informada, a população passa a ser crítica em relação ao processo de compra. Assim, as empresas precisam mudar suas estratégias de vendas. Passa a ser prioridade compreender os desejos e vontades das pessoas.

Surge aí o conceito de público-alvo, pois o processo é, justamente, oferecer produtos diferenciados, e não somente produtos com funcionalidades.

Com o avanço da internet, as tecnologias da informação crescem ainda mais. Assim, passamos para a terceira fase: o Marketing 3.0.

Essa fase tem como base os valores pessoais. As pessoas estão, cada vez mais, engajadas em causas, como a da sustentabilidade e do bem-estar animal. As estratégias de marketing devem se preocupar em refletir esses valores.

O ser humano deve ser visto mais do que um mero comprador, mas sim dotado de coração, mente e espírito, como prega Philip Kotler, conhecido como o “pai do marketing”.

Com a consolidação da internet e da produção de conteúdo nas redes sociais, vivemos o Marketing 4.0.

O foco das estratégias de Marketing continua sendo refletir e oferecer valores, mas, desta vez, colocando a internet como um dos elementos centrais nesse processo.

As empresas devem se adaptar às características do consumidor na economia digital.

Por exemplo: estar presente em redes sociais sem propósito, apenas porque é “importante”, não é uma boa estratégia.

Esse perfil precisa oferecer conteúdo atrativo para os seus seguidores e, mais do que isso, precisa ser um canal de comunicação colaborativo e direto.

Isso não significa, contudo, que a internet era eximir as formas tradicionais de se fazer marketing, como os jornais e os outdoors.

Kotler acredita que as duas formas de marketing (tradicional e digital) devem coexistir para oferecer uma melhor experiência para o cliente.

Tipos de Estratégias de Marketing

Como falamos no tópico anterior, a forma de “fazer” marketing foi mudando ao longo do tempo.

O marketing de atração (Inbound Marketing) surgiu com a internet comercial e com as redes sociais.

O objetivo é atrair os clientes e gerar interesse no produto oferecendo algo de valor: seja através de postagens de blog, posts em redes sociais ou e-books.

O marketing tradicional (outbound marketing), usado antes do surgimento da internet, tem o foco na divulgação do produto.

O caminho é o contrário: a empresa primeiro divulga o produto para atrair potenciais clientes.

Essa divulgação é feita por televisão, jornal, rádio, ligações, outdoors, banners e folhetos.

Uma das principais vantagens do Inbound em relação ao Outbound são as métricas.

Na internet, podemos ter o resultado das nossas campanhas em tempo real e mais especificações sobre os clientes, como gênero, idade e localização.

Nos meios tradicionais, esses números são mais abstratos. Temos uma estimativa de quantas pessoas passaram pela rua X e observaram um outdoor, contudo os números são incertos.

As estratégias variam conforme as necessidades e os objetivos da empresa. Embora vejamos que, hoje em dia, há uma maior tendência para estratégias de inbound marketing, muitos dos princípios do marketing tradicional permanecem.

Há, inclusive, grandes empresas que nasceram na era digital e que mesclam suas estratégias de publicidade.

A Netflix, referência no serviço de streaming e advinda da era digital, constantemente anuncia seu serviço na televisão aberta.

Uma pesquisa encomendada pelo Facebook, em 2017, mostrou que a TV e o Facebook são importantes aliados para aumentar o alcance de anúncios.

9 Áreas do Marketing para você apostar

Vamos apresentar 9 áreas do marketing para você conhecer e, quem sabe, investir sua carreira. 

vendas-e-publicidade - Descrição da Imagem: duas mulheres dentro de um loja.

1. Vendas e Publicidade

Área responsável por gerenciar toda a estratégia de publicidade, incluindo negócios, vendas e técnicas. A equipe supervisiona todo o material, os clientes e os contratos, além de implementar campanhas e lidar com orçamentos, análises e dados de desempenho.

marca-branding - Descrição da Imagem: a imagem mostra uma mesa branca, com um teclado e, ao lado, uma folha laranja onde podemos ler "brand identity", em português, identidade de marca.

2. Marca/Branding

Encarregada de cultivar a visão de um produto ou de uma organização. Para seguir nessa carreira, é preciso compreender sobre o mercado de atuação, o posicionamento e os concorrentes e, ainda, ter um profundo conhecimento sobre os valores e a história da marca trabalhada.

endomarketing - Descrição da Imagem: mulher escrevendo em notas adesivas coloridas que estão fixadas em uma janela de vidro.

3. Endomarketing

Cria ações para os colaboradores de determinada empresa, a fim de nutrir relacionamentos e fortalecer valores, gerando produtividade e motivação.

gestao-de-sucesso-de-cliente-customer-success - Descrição da Imagem: Aperto de mãos. Essas mãos são masculinas.

4. Gestão de Sucesso do Cliente/Customer Success

Alcançar a satisfação e a fidelização do cliente é fundamental para uma boa estratégia de marketing.

Se um cliente ficar insatisfeito, você corre o risco de perdê-lo e, também, de perder outros clientes futuros. Visto que, com a internet, as opiniões e avaliações são emitidas em tempo real.

A gestão do sucesso do cliente consiste em fidelizar clientes, conquistar potenciais clientes e melhorar os seus produtos baseado em opiniões e sugestões. 

pesquisa-de-mercado - Descrição da Imagem: tela de computador com dados de análises.

5. Pesquisa de mercado

O profissional de pesquisa deve ter uma capacidade analítica para reunir dados e apresentá-los em relatórios, gráficos, mapas e tabelas.

Essas informações são fundamentais para tomar decisões em um plano de marketing. Alguns dados trabalhados são a análise da concorrência, a eficácia de vendas e informações gerais sobre o consumidor.

vendas - Homem falando no telefone em ambiente corporativo.

6. Vendas

Apesar do aumento das vendas pela internet, profissionais especializados em vendas presenciais ainda são requisitados, seja através de mensagens ou telefonemas, como é o caso do telemarketing.

Afinal, uma boa conversa, empática e com foco na resolução, é uma boa forma de atrair e fidelizar clientes.

eventos - Descrição da Imagem: multidão de pessoas.

7. Eventos

Organizam grandes ações para divulgar produtos e os serviços, beneficiando-se do envolvimento das pessoas e, assim, oportunizando experiências, negócios e parcerias. Esses eventos podem ser tanto presenciais, como conferências, quanto on-line, como webinars.

marketing-digital - Descrição da Imagem: pessoa teclando no notebook e, ao mesmo tempo, segurando um celular.

8. Marketing Digital

O Marketing Digital se desenvolveu nos anos noventa, com a chegada da internet ao público. É uma das áreas mais promissoras, visto que vivemos na era da internet. Confira alguns dos segmentos trabalhados dentro desse campo:

Criador de conteúdo: ao longo deste artigo, falamos que o marketing deve oferecer valor ao público. Consequentemente, essa área é fundamental no Marketing Digital.

O criador de conteúdo é responsável por fazer com que as pessoas conheçam os seus serviços, oferecendo a elas conteúdo que desperte interesse, lhe dê alguma informação útil ou, simplesmente, a divirta.

E esse conteúdo pode ser feito em diversos formatos: foto, texto, áudio ou vídeo.

Especialista em SEO (Search Engine Optimisation, em portugês Otimização do mecanismo de pesquisa): profissional responsável por fazer com que determinado conteúdo de um site esteja na primeira página de buscadores de pesquisa como o Google e o Bing.

Para isso, ele precisa colocar em prática algumas estratégias, como: incluir palavras-chave relevantes e certificar-se de que a página do site é responsiva, ou seja, adaptada para ser exibida em qualquer formato de tela, como a de um celular ou tablet, sem prejudicar a leitura.

Especialista em E-mail marketing: cria e executa campanhas por e-mail, para atrair potenciais clientes. O E-mail é uma ótima maneira de conhecer clientes, motivá-los e informá-los sobre ofertas e promoções.

Social Media: o profissional que faz Social Media, organiza e realiza o planejamento das redes sociais de determinada empresa. Também é responsável por interagir com os seguidores que acompanham as páginas.

User Experience Designer (Designer de Experiência do Usuário): função que une design, tecnologia e conhecimentos sobre o comportamento humano. O "UX Designer" desenvolve soluções para sites, produtos e aplicativos, a fim de otimizar a experiência do usuário.

Analista de e-commerce: é responsável pela manutenção de sites de vendas, como a inclusão e exclusão de produtos. Ainda, realiza campanhas promocionais e acompanha os resultados obtidos.

consultor - Descrição da Imagem: três mulheres em uma reunião corporativa.

9. Consultor

Outra possibilidade de carreira dentro da área, é trabalhar prestando consultoria para empresas que desejam alavancar suas estratégias e precisam de uma “ajudinha”.

O consultor analisa os pontos fracos e propõe melhorias para chegar até o objetivo final.

Habilidades de um profissional de Marketing

Para ter destaque na carreira, os profissionais de marketing precisam desenvolver algumas habilidades comportamentais, que são as chamadas “soft skills”

Confira alguma delas:

Criatividade: para oferecer produtos com significados aos seus clientes, os profissionais precisam de criatividade constante, sem medo de expor suas ideias. Por isso, sempre converse com o seu time, compartilhe e escute pensamentos. Isso pode trazer projetos bacanas e promissores para a empresa.

Curiosidade: O mercado está em constante mudança e necessidades surgem da noite para o dia. Para nunca perder oportunidades, é preciso ser curioso e acompanhar sempre os movimentos da sociedade. É importante sempre pesquisar, estudar e estar atento para as novidades.

Escuta: saber expressar ideias é super importante, mas também é preciso exercer a escuta ativa. No mercado de marketing, lida-se constantemente com pessoas. É fundamental observá-las e escutá-las para compreender quais são os seus desejos e necessidades.

Trabalho em equipe: o marketing não é um setor individual e estagnado em uma empresa. É preciso trabalhar sempre em equipe: seja com a própria equipe de marketing ou equipes relacionadas, como a de vendas e de atendimento. Tudo isso para atingir o objetivo final, que é a satisfação do cliente.

E a capacidade de escuta, que falamos no tópico anterior, vai além: bons projetos sempre são realizados por um time unido, que sabe se expressar e agregar o melhor de cada ideia no resultado final. E isso envolve saber trabalhar em equipe.

Capacidade de propor soluções: Uma campanha de marketing digital não está recebendo os resultados esperados? Então, é o momento de agir e tomar outros caminhos para não trazer prejuízos.

Os profissionais de marketing vão lidar com soluções de problemas ao longo de toda a sua carreira. O primeiro passo é identificar e, depois, propor soluções com agilidade.

Lidar com números: os dados são aliados na hora de montar estratégias de Marketing. Basear-se neles na hora de executar algum projeto, minimiza o erro. Por isso, sempre pesquise, estude e acompanhe métricas. Elas são a chave que mostram a efetividade, ou não, do seu plano.

Conclusão

O Marketing traz diversas possibilidades de atuação.

Os interessados na área encontram um mercado de trabalho vasto, com muitas possibilidades de atuação, seja na área tradicional, como vendas e pesquisa, até a digital, como no comércio eletrônico e em redes sociais.

E para ter sucesso é preciso escolher uma boa graduação. No EAD PUC GOIÁS, oferecemos o curso de Marketing na modalidade tecnólogo.

No EAD, você pode estudar onde e quando quiser, trazendo flexibilidade para a sua rotina. Ainda, você tem acesso a um conteúdo de qualidade, elaborado por profissionais renomados no mercado.

Ficou interessado? Então saiba mais sobre os benefícios do curso de Marketing do EAD PUC GOIÁS.

Inscreva-se no nosso Blog

ead puc goiás

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT